sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Combates rápidos — por que fazê-los e como eles podem ser divertidos.

Em muitas ocasiões, depois de muito tempo de viagem ou roleplay, os jogadores ficam ansiosos por um combate, querendo um pouco de ação para quebrar a monotonia (às vezes, inclusive, os jogadores acabam caindo no sono, aí o mestre precisa agitar um pouco as coisas). Então o mestre decide criar uma batalha de que os jogadores, por definição, já sairão vitoriosos ou com poucos recursos gastos, como pontos de vida, poções, ações especiais, magias, etc. Só que, em alguns sistemas de RPG, os combates acabam se prolongando muito e ficando cansativos, ainda mais com muitos jogadores e NPCs participando.
Há uma boa maneira de acelerar um pouco as coisas. Primeiro, pense no tipo de criatura que habita a região e que os jogadores já conhecem. Depois disso, verifique o nível de desafio, tomando o cuidado para que os inimigos sejam fáceis de vencer. Narre a cena, descrevendo por que as criaturas poderiam estar ali por perto e como o encontro aconteceu, se os personagens estavam sendo seguidos ou se o ataque acontece no meio da noite, quando os jogadores estão de vigia. Não poupe detalhes na descrição: deixe a cena empolgante para que os jogadores fiquem tensos, surpresos e ansiosos pelo resultado.
Ao descrever o suposto ataque, considere as ações dos jogadores. Por exemplo, se por acaso deixaram um guerreiro de guarda, ou se o druida colocou armadilhas no terreno junto com o ladino, ou ainda se o mago e o feiticeiro fizeram magias de proteção. É agora que a magia acontece. Envolva os personagens na cena, compartilhando com eles a tarefa de narrar a batalha, para que todos se envolvam na história. Antes de dar a voz aos jogadores, explique que o combate foi vencido e peca que cada um descreva parte do que ocorreu.
Considere que, nas primeiras vezes, o começo da narrativa será difícil para os jogadores e pode ser trabalhoso fazer com que a história flua. Tente reforçar que todos podem (e devem) participar. Sua tarefa é simplesmente esperar e tentar auxiliá-los na criação do cenário. Explique a ideia, estabeleça que eles estão todos juntos e declare o número de criaturas a serem derrotadas — nem todas precisam ter morrido, as vezes um jogador pode pensar em deixar alguns para serem interrogados. Não precisa se desesperar! É fácil lidar com os resultados do interrogatório, dando apenas dicas, mas sem revelar os grandes segredos da missão.
Esses combates rápidos podem ajudar nos grupos com grande preferência pelo roleplay, mas que estão jogando um sistema com muitas regras de combate. Inclusive, esse tipo de intervenção pode gerar alguns feitos heroicos ou falhas memoráveis. Com isso, o jogo flui com mais naturalidade, os jogadores não ficam sem seu combate e todos saem felizes.

Revisão Ray Gun

Eu sou Phoenix Ghost, e vou ficando por aqui, um abraço e ate mais.

4 Blá blá blá!:

Valdo Francisco disse...

Mas se vc usar isso já dizendo que eles saíram vitoriosos perde totalmente a graça do combate, se não há risco não há graça, pelo menos é o que eu acho né, eu como jogador não ficaria satisfeito com esse tipo de combate, desculpe :-/ mas se o intuito é fazer com que o combate seja mais rápido então coloque menos criaturas ou diminua as vidas deles pegue leve entre outras coisas mas acho que tirar o elemento da imprevisibilidade da batalha perde toda a graça :-/

Tiago Fonseca disse...

Acho que a ideia é algo para compartilhar a narrativa, trazer um pouco de Role Play e ainda ser algo diferente. Esse combate seria algo para descontração mais do que pra realmente um embate, algo mais simples. Algo para trazer o jogador para junto do jogo, acordar um pouco, ou mesmo tirar o tradicional de combates entre viagens, enfim.

Valdo Francisco disse...

É, analisando de outra forma é interessante sim, supondo que seja um combate que não vá repercutir muito na historia acho que não teria problema utilizar dessa técnica, quem sabe eu use em alguma de minhas aventuras :)

Dragões do Sol Negro disse...

Essa é a ideia, utilizar eventualmente e não como base para os combates. E claro em combates que não interfiram no seu jogo.

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes