segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Background - Aaron Preliator

Honra... Uma palavra sem sentido quando se esta preso, no fundo você sente que tudo que ama e precisa está a sua frente, porém suas mãos não podem alcançar , sua vontade cresce e seu arrependimento se torna visível como se seu coração passasse a pesar uma tonelada, O som da corda se esticando no pátio faz qualquer homem condenado implorar por sua mãe em meio ao turbilhão de pensamentos e emoções que vem com a morte inevitável.
Um passo de cada vez em direção ao palanque da morte, os ossos estremecem ao ver a multidão reunida só para ver um homem morrer, nos seus olhos não existe compaixão somente a sede de justiça e vingança que todos os aldeões sentem ao ver um bandido ser enforcado.
Sobre a cabeça é colocado um pano molhado para acalmar o pobre coitado, Os sacerdotes fazem suas rezas e pedem para que os deuses perdoem o condenado, mas na maioria das vezes seus rostos denunciam um deboche, apenas lembrando ao sujeito  de que este queimaria bem como carvão nos infernos.
A corda é colocada meio frouxa envolta do pescoço para garantir que este quebre o pescoço no retorno da corda subsequente da queda, a corda se estica em um estalo assustador ao som do alçapão se abrindo, e poucos segundos depois as pernas ainda balançam, mas logo revelam um corpo sem vida pendurado nos galhos que o mesmo forjou com sua vida infeliz.
Por anos essa cena vem se repetindo no dia a dia de Flint Preliator alto proclamado o melhor caçador de recompensas de Atnöt, Com apenas trinta e três anos o jovem Flint percorreu toda a região do vale Cinzento a procura dos piores criminosos a assolarem sua amada região, quase todas as semanas vendo um de seus amigos de curta viagem terminando em uma vala comum.

Filho de Aaron Preliator o maior caçador de cabeças que já andou pelo vale cinzento , foi treinado desde pequeno para não sentir remorso ao matar criminosos, seu pai o havia ensinado o significado da justiça e a importância de levar homens maus para a forca ou para o machado. Talvez este tenha tido uma infância incomum, talvez tenha feito coisas que muitos não teriam coragem de imaginar, mas isso tudo era necessário para que este encontrasse seu caminho, Flint cresceu em meio a acampamentos frios e perseguições a cavalo, tomando jeito com a profissão, apaixonado pelo bem que acredita fazer ao mundo, este se diverte ao levar vagabundos a justiça, com piadas e conversa fiada, sempre consegue um novo contrato em alguma taverna ou posto de guarda.

Com a morte de Aaron , Flint foi obrigado a seguir sua vida sozinho, se distanciando cada vez mais de sua cidade natal, evitando trazer a tona pensamentos sobre seu pai e a vida que levavam juntos, sua morte havia sido um mistério durante nos primeiros dias, más como um homem que tinha a saúde de ferro subitamente morre durante seu sono ? Talvez a " Falha no coração" não fosse uma falha afinal, mesmo não sabendo onde procurar Flint sabia que o velho pai possuía inimigos em todos os lugares, e sejam eles quem forem, ou quem for ainda irá ouvir novamente o nome dos Preliator e encontrara o fim por meio da corda.



Características - Clint Preliator tem um olhar debochado , gosta de fazer comentários infantis e brincar em momentos aleatórios, puxou o instinto brigão de seu pai e a mesma arrogância provocativa que sempre levou seu velho a brigas sem motivos , gosta de provocar e ofender seus inimigos é dotado de uma paciência incrivelmente curta, tem ataques de raiva frequentes e costuma apelar para a violência quando argumentar se torna algo tedioso, por pior que pareça possui uma grande generosidade em seu coração, fazendo frequentemente doações para orfanatos ou mendigos , costuma fazer amigos em todos os lugares, mas seu temperamento o torna propicio a fazem inimigo em dobro, seu senso de justiça é apurado, porem este não leva dilemas ou questões complexas a frente, seu trabalho é capturar bandidos e ladrões e ao mesmo não cabe a função de juiz, mas aceita a tarefa de executor sem remorso se preciso.
Itens -
Flint carrega consigo a velha besta de seu pai , herdada de sua família , de uma época em que os Preliator foram muito mais do que meros caçadores de recompensa. Também leva consigo um machado de cabo alongado, presente de um ferreiro que perdera o filho para o criminoso que Flint havia capturado.
Flint não carrega muitos equipamentos além  dos que tem normalmente em mãos ou no corpo, usa uma armadura de couro sobre uma cota de malha batida, quase todo seu equipamento foi tomado de criminosos ou aceito como pagamento por pessoas que tiveram algo roubado ou um ente querido morto pelos cativos , antes desses cruzarem seu caminho, seu item favorito é um velho capacete em estilo Kettle, o mesmo se apegou ao capacete quando o recebeu de uma menina a muitos anos, na época o capacete foi usado como prato de sopa, mas veio a se tornar uma de suas melhores lembranças, ele nunca soube o nome da criança que o alimentou quando este estava perdido e com fome, mas nunca se esqueceu do presente que lhe fora dado.

0 Blá blá blá!:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes