segunda-feira, 12 de maio de 2014

O Reino Gélido


Era uma sala do trono gélida de um frio quase insuportável.
Vinte e quatro homens permaneciam imóveis, só a névoa de cada exalação dava indício de ainda estarem vivos. Vinte e quatro nobres, alguns de berço, outros através das suas proezas, todos valorosos. Heróis dos vários recantos do reino.
A sala era ampla e circular com uma cúpula sustida por dez pilares altos, que deixava passar uma ténue luz azul. As paredes foram sendo gravadas por artesãos ao longo da linhagem real, com feitos heróicos, batalhas triunfantes, criaturas fabulosas, sigilos e até de histórias de amor. Não existia um único espaço a preencher. A Úrsula a rainha atual coube o trono talhado de uma única pedra, sitio onde permanecia agora sentada e estática. Ali a roda do tempo parou, houve uma rotura no reino e este congelou.
Vinte e quatro notáveis para escolher como rei e uma alma que não devia estar ali, um servo... ela escolheu-o a ele. Não era suposto ser visto através de tanto músculo e armadura cintilante, mas ela escolheu-o. Ela viu-o a ele, de zé-ninguém a homem e ele viu-a a ela, de rainha a mulher.
Úrsula era de uma beleza inigualável que nem mesmo os vícios incutidos pelo frio, como a pele esbranquiçada, os lábios roxos ou o cabelo húmido conseguiam disfarçar.
O reino precisava de uma união forte sob pena desta mesma maldição. O sentimento de Ursula deu ao servo um poder que não soube controlar, corrompeu-o.
Um vulto negro movia-se devagar por entre aquelas figuras tão nobres. Uma criatura que não pertencia nem a este nem ao outro mundo. A rainha levanta-se, atraída ao seu chamamento e degrau após degrau foi ao seu encontro. Era sempre assim, dia após dia e o ritual demorava apenas alguns minutos. No sopé do trono entregava-se e ambos eram consumidos.
O seu era um amor egoísta, tinham consciência disso, mas tinham-se tornado visíveis nem que fosse só um para outro e pela primeira vez desde à muito tempo, eram eles mesmos. 


História original nos enviada por http://pensamento-indescoberto.blogspot.pt/

0 Blá blá blá!:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes