quarta-feira, 6 de junho de 2012

Início do fim 35 ou O Resgate



Saudações meu príncipe, como eu já lhe havia dito, a situação ficou meio difícil para Serafin negar a Lord Sincero os seus préstimos.

Então sem opção Serafin, retornou a cidade baixa para arrumar os seus que o ajudariam na empreitada.

Espalhou que estava contratando para “o serviço”.

Pode parecer meio confuso estar contratando para “O Serviço”, mas quando Serafin chama duas coisas acontecem.

Primeira, o risco de morte é muito grande. Segundo, para quem sobrevive o ganho é alto.

Então na hora marcada estavam lá:

Paula a ex-soldada.

Smirnoff antigo amigo de Serafin.

Anjou da armadura enferrujada.

Fildo O Ilusionista.

Os irmãos Rigu e Petro.

Baltazar o negro.

Saltannas o silencioso.

 Foi uma reunião meio tensa e os irmãos negaram-se a participar.

Então na manha seguinte estavam se apresentaram, Paula montada em seu cavalo de guerra pesado, Smirnoff de ressaca e com muita dor de cabeça, Fildo com sua túnica azulada e turbante, Baltazar vestindo sua tradicional túnica com capuz e capa negra com sua corrente com cravos como cinta, Saltannas com suas roupas largas marron avermelhada, Anjou não apareceu.

Assim com a carroça de mantimento fornecida por Serafin eles partiram. Com destino a Yel em busca da princesa desaparecida.

Foi uma viajem fácil com ocasional discussões por parte de Smirnoff e seu temperamento tempestivo regado a cerveja.

Quando se aproximaram a Aurora, um medo descontrolado tomou conta do cavalo de Paula que só com ajuda consegui dominar e acalmar o animal oque é estranho pois é um animal descendente dos Bucephalus, cavalos altamente competentes e famosos.

 Resolveram então contornar a cidade dominada por demônios, dizem que todo o mal do mundo veio de lá, mas acho que o mal sempre habitou o coração dos homens.

Contornaram sem muita dificuldade chegando até a passagem do orc onde após uma pequena discussão entre si se pagavam ou deveriam matar todos os orcs.

Pagaram, uma coroa(po) pela carroça e mais 2 espadas(pp) por pessoa e animal. Assim estavam agora no território de  Yel mais precisamente na ultima Fronteira de Yel.

Atravessaram sem problemas até pararem em um Taverna onde lá conheceram o Soldado Parcimon fiel guardião do príncipe.

Mas o fato é que O príncipe de  Yel havia sumido assim descobriram após ouvir os guardas bêbados discutindo, como Baltazar relatou.

Baltazar conseguiu que Parcimon os ajudasse após Smirnoff também com a cabeça cheia de vinho de soldado, derrubar os outros dois com socos firmes e fortes.
Assim colheram informações e partiram em busca do príncipe, pois acreditavam que o que ouve com eles também lhes traria a princesa.

Parcimon os levou até próximo a Odaxam lembre-se eu já falei sobre ela é de onde os irmãs Kaloi e Krepe Kosick vieram após investigarem a região acharam pegadas.

Segundo Baltazar parece que foram orcs que levou o príncipe pois as pegadas mostravam luta e seguiam mata a dentro.

Fildo teve a idéia então de contratar meio-orcs de  Odaxam para auxilia-los na busca.

Assim foi feito, o grupo agora parecia mais uma milícia assim partiram floresta adentro. A coisa durante essa perseguição ficou meio perdia e difusa, segundo li Serafin descobriu a cidade Perdida de Orkannus Akars o que eu não duvido, mas onde ela fica nem ele nem Smirnoff souberam dizer ao certo. Mas isso já é futuro, devo me ater ao que sei.

Na floresta amaldiçoada Saltanna sumiu e nunca mais foi visto dizem que ele apareceu em Mielodero ou em Darnacius mas não creio nisso no entanto boatos são boatos.
Smirnoff Foi encontrado vagando sem rumo em Minas Elfor muito machucado, Serafin apareceu em Porthi dias depois e não falou mais sobre o assunto.

Conversei uma vez com um bardo de Kalamaris que disse ter ouvido Smirnoff bêbado em uma taverna contar que a floresta os devorou uma a um. Que eles acharam uma cidade maldita já no Inicio da tarde, uma cidade formada só por orcs que viviam nas ruinas antigas da desaparecida Askrom ou Askaron.

No centro da vila eles viram uma garota presa e com pouco planejamento eles partiram para o resgate.

Baltazar disse que ira escondido até a vila e mataria o líder dela ela nunca mais foi visto desse dia em diante.

Serafin conseguiu chegar até a garota e libertar ela então iniciou-se a fuga, como o nobre que é Serafin ficou combatendo os orcs que apareciam para que a Mulher e mais alguns prisioneiros pudessem fugir.

Smirnoff também disse que viu quando os orcs Cercaram Serafin ele ele desapareceu em baixo dos braços e pernas que pulara sobre ele. Smirnoff encontrou Serafin outra vez e não entendeu oque ouve ele viu Serafin ser capturado pela massa de orcs.

O que me dá calafrios é que segundo Smirnoff,  Fildo saltou de onde eles estavam e flutuando no ar, começou a disparar luzes brilhante de sua mão que cruzavam o ar e acertava direto o peito do senhor dos Orcs. Que apenas com um olhar destruiu Fildo transformando ele em poeira vermelha.

Smirnoff ainda enche os olhos de lagrimas quando diz que o seu amigo não pode nem gritar ou se defender apenas foi destruído.

Mas essa não é a pior parte oque vem a seguir ainda me tira o sono, pois segundo Smirnoff durante a fuga eles foram atacados pela floresta e um a um a floresta devorou. Apenas ele a mulher haviam escapado ou como ele mesmo disse um dragão a levou para um lugar melhor.

Tentando arrancar mais informações do Guerreiro, o Bardo me mostrou seus dentes faltando.

Disse que quase morreu nas mãos de Smirnoff. Então assim ficou essa história meu príncipe os heróis foram derrotados ou quase.

Bem já que estais de saída continuarei uma próxima vez, nossas conversas estão se mostrando deveras cansativas. 

0 Blá blá blá!:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes