sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Mnar, entrevista Contos de RPG



Oi eu sou Mnar o Urso e hoje, Estamos aqui hoje com o nosso parceiro Jacó Galtran do Blog Contos de RPG


Caro Jacó Galtran, Seja bem vindo ao nosso Aniversário Premiado II. (num guento mais)

       - Obrigado. É uma honra estar aqui.


Arrá, mas a honra é nossa. Fiz igual o bardo ensinou. Espero que esteja participando de nossas promoções e curtindo o nosso blog.

       - Certamente estou participando e espero sinceramente que o fato de eu ser um colaborador não me impeça de concorrer.


Tá doidão!? É claro que pode participar, ainda mais porque é colaborador. Agora fique um pouco quietinho que eu preciso começar as perguntas! Nome que mamãe te deu?

       - Meu nome verdadeiro é Charles William Kruger.


Antes de dormir... Sempre peço para o Bardo Cego ler o  Contos de RPG para mim e quero saber quantas pessoas te ajudam no seu blog?

       - Só eu meu clone bonzinho.


Tô achando ele meio estranho... As responsabilidades são delegadas ou fica essa bagunça que é sua cabeça? 

       - O meu clone bonzinho escreve a introdução “Olá amigos, hoje trazemos a continuação da história tal e tal”. Eu escrevo o texto em si.


Tá tente ser um pouco mais centrado; a quanto tempo Existe o Contos de RPG?

       - (Entrando no blog correndo para ver quando foi a primeira postagem...) Então, comecei em fevereiro de 2010. 


Charles William Kruger
ele é doido de pedra?... A era de ouro do RPG, já passou e não me torça o nariz é verdade. Mas eu pergunto. O que você acha que vem por ai?

       - Não sei dizer. Acho que os blogs terão um papel importante na criação de material voltado para a mesa de jogo e mais editoras independentes devem surgir. Também acredito que a venda de pdf’s de RPG deve se tornar algo mais comum. 


Acalme-se Mnar... Rola dados? Você joga na mesa? 

       - Estou sem grupo há algum tempo, então vou tomar a liberdade de contar uma particularidade bizarra minha: muitas vezes eu jogo sozinho. Faço o papel de mestre e de todos os jogadores. Comecei a fazer isso porque vários contos meus envolviam batalhas e eu anotava o que cada personagem fazia para depois descrever cada ataque. Fui gostando da ideia e expandi isso à interpretação. O chato é quando minha irmã entra de repente em meu quarto e me vê falando sozinho. 


Agora é fato ele é louco!Quando está com você mesmo joga o que?

       - D&D 3.0 é o meu preferido. Também joguei muito 3D&T e um pouco de GURPS.


Que merda é essa de GURPS... É isso ai D&D! na mesa se é um elfozinho chorão ou só usa as regras essenciais?

       - Uso muitas regras, mas as regras caseiras que eu preciso. Sempre odiei e excluí da minha mesa coisas como ataques de oportunidade, componentes de magias e chance de falha de magia arcana.


Isso que é ser essencial... Tá. Elfinho maluco qual sua classe preferida?

       - Paladino. Uma armadura, uma espada, um forcinha dos deuses e muito bom-mocismo. Perfeito!


Sabia "Bom Mocismo" é coisa de elfos...Qual foi a situação mais complicada que te marcou por dentro que o mestre, no seu caso você se embrenhou?

       - Meu paladino se sacrificou para derrotar um inimigo que, no final, não era um vilão. O resto do grupo tentou me ressuscitar, mas falhou nos dados e eu continuei morto.


Nussa, é um grupo dele com ele mesmo!?! Tente me acompanhar, vou mudar de assunto. Como conheceu o pessoal dos Dragões do Sol Negro?

       - Não lembro bem. Só recordo de ter entrado no site da Editora Jambô numa época que estava procurando divulgar meu blog. Lá, encontrei o link do blog http://krullobruto.blogspot.com entrei em contato propondo parceria e fiz o mesmo com outros blogs, incluindo o DSN. 


Vou terminar agora, já estou confuso.  Agora com calma, diga de uma vez o que você tem a dizer ao pessoal da blogsfera e a quem visita o Contos de RPG.

       - Ao pessoal da blogosfera, quero dizer que fico muito feliz com o aumento do número de blogs de qualidade surgindo. Bacana ver gente produzindo seu próprio material. A quem visita meu blog, o recado que eu deixo é COMENTEM LÁ. Nunca sei quantas pessoas leram o que eu escrevi lá, então comentem, ou acharei que tem pouquíssimas pessoas lendo.


Ah tenho mais uma pergunta, como é seu processo criativo?

       - Tudo começa com uma quantidade imensa de Fanta Uva. Todo o resto vem naturalmente. 


Valeu. Acho melhor desamarrar ele agora.

3 Blá blá blá!:

Odin disse...

Hahahaha, muito bom!

Tu judiastes do pobre escaldo, Mnar! Jaco é um verdadeiro guerreiro por conseguir jogar sozinho por tanto tempo. Se estiveres na cidade de Londrina (PR), estas convidado para entrar em nosso grupo, nobre Jaco.

A história de Jaco é de certa forma parecida com a do cunhado de meu alter-ego mortal, que jogava hero quest sozinho em seu quarto...

Astreya disse...

Ora, ninguém deveria jogar sozinho! Isso não é justo.

Muito divertida a entrevista, não parei de rir! Ei Mnar, tome cuidado, eu não brincaria com ninguém que tem o sobrenome Kruger, hehehe!

Parabéns pela entrevista!

Dragões do sol Negro disse...

HAHAHA caracas.
Ah ele não me pega nem em sonho!
OOPS...

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes