terça-feira, 5 de julho de 2011

Xeque Mate, Parte 2 | Mago Etilaw e o clã de magos conjuradores



Boa noite minah gente! Faz tempo que não vejo vocês por aqui! Sentem-se, fiquem à vontade. Minha taverna é sua tarverna.


Veja como são as coisas, logo hoje que vocês estão aqui, eu tenho notícias fresquinhas sobre aqueles nossos heróis. Lembram-se que o grupo se dividiu para investigar o assassinato do rei? Pois bem, tenho notícias do pessoal que foi atrás daquele mago ilusionista Elitaw. Sim, parece que ele saiu sozinho, num surto de loucura, contra um clã da escola arcana que ele masi odeia: os conjuradores! Como a atitude foi bem suspeita os aventureiros partiram em busca do acampamento do clã dos magos esperando encontrar o ilusionista.

Logo que amanheceu o dia alguns dos heróis que se dispuseram partiram em busca do ilusionista. Nikke, Kullat e Blaze acabaram não levantando e ficaram no reino mesmo.

Depois caminhar o dia todo, encontraram o acampamento, já com um início de fogueira para a noite. Shadow, o ladino se aproximou para ver melhor o que tinha lá e percebeu que havia 5 magos, todos com túnicas diferentes, e alguém amararado e sendo surrado ao poucos enquanto todos conversaram e riam.
  
Shadow voltou e avisou a todos, que decidiram se aproximar até uma distância segura. Shadow, com seu olho treinado, localizou um pequeno baú entre os escombros de uma carruagem destruída. Sem titubear ela o abriu; e encontrou um pergaminho lá dentro. Na esperança de que o pergaminho fosse algo útil, o ladino começou a lê-lo, mas de repente as letras das tintas se juntaram e se transformaram numa serpente que o atacou. Por reflexo ele se desviou do bote e a serpente se esvaiu no ar, como fumaça. Ali a equipe começou a perceber o poderio dos magos que estavam logo em frente.

Ramza, sem muita vontade combater tão poderesos magos, tentou ser diplomático, mas a inimizade entre os conjuradores e Etilaw foi mais forte. Tê-lo ali, preso era muito bom para aqueles magos, eles não queriam negociar.

Aos poucos os heróis foram se posicionando para o combate. Um dos magos, que via toda a movimentação,  tratou de usar um de seus poderes arcanos no chão, mas ninguém pode ver o que era.

Certo que deveriam partir para um combate franco com aqueles homens de túnicas coloridas, Ragnak saltou um pequeno fosso que havia entre eles e caiu no espaço onde um dos magos havia usado seu poder. O chão estava liso, muito mais liso do que deveria estar e então o grande meio-orc cai de costas no chão depois do seu salto. Certo do fracasso dessa tentativa de ataque, ou outros caminham até os magos e dizem que apenas querem atravessar aquele ambiente. Sem ter motivos para duvidar os magos os deixam passar.

Shadow, com sua mente treinada para enganar, percebe que enquanto eles passavam por ali, um dos magos levou Etilaw para dentro de uma cabana. Depois de fingirem ter ido embora, o pequeno halfling retorna e entra por trás da cabana com o intuito de salva o ilusionista, contudo ele faz mais barulho do que esperava. Um dos magos, o que usava uma túnica negra, escutou e foi averiguar. Ao perceber o que estava ocorrendo ele deu um ultimato dizendo que a briga nao era deles e que não era para eles se envolverem, e se decidirem o contrário, eles iriam morrer. Após dizer isso apontou para quatro covas abertas esperando corpos. O mago negro ainda completou:
- Não são para vocês, mas se for preciso nós os enterramos aqui mesmo!

Com medo, mas determinados a salvar o mago do reino, eles decidem esperar a noite intensa para que os conjuradores durmam. Enquanto dormiam apenas um dos conjuradores ficou acordado de guarda. E foi bem nele que Ragnak mirou-se e se dirigiu correndo girando seu machado no ar. Deu tempo apenas para o mago alertar a todos que estavam sendo atacados, antes do machado do bárbaros cortar sua carne.
  
O combate estava armado, os magos acordaram e prontamente estavam a seus postos. Cada mago fez o que sabia de melhor. O mago com manto azul claro invocou um enxame de gafanhotos. O mago de manto azul escuro invocou um enxame de vespas infernais. O que levou a machadada de Ragnak, o mago com a túnica vermelha, criou uma flecha verde em suas mãos e a atirou contra Ramza, que conseguiu de esquivar. O mago com a túnica branca apenas observava e o da túnica preta invocou um poderoso Grifo que em poucos golpes colocou o clérigo Ramza inconsciente no chão.

Enquanto o combate acontecia entre magias e golpes de espada e machado, Shadow tenta mais uma vez entrar por trás da cabana para salvar Etilaw e dessa vez é bem sucedido. Para seu azar o mago negro percebeu o que foi feito. Embora O ladino com o ilusinista tenham conseguido correr durante algum tempo, do nada aquele homem com cara maligna se materializou-se diante de seus olhos.

- Como pode um homem se mover no espaço dessa forma? pensou Shadow.

Com medo ele grita para o ilusinista correr e sai em disparada em fuga.

Pouco a pouco os magos começam a perecer e com eles suas invocações. A resistência dos corpos dos guerreiros estava sendo decisivo para o sucesso. Eles tinham que aguentar até os magos não poderem mais utilizar suas magias. Gust consegiu a façanha de encurralar um dos magos azuis dentro de uma cabana. Foi desleal a competição entre a espada e o bordão. Se as lonas pudessem enxergar, veriam sangue arcano jorrando alto ali dentro.

Em pouco tempo restava o mago negro, o branco e o Grifo. Numa estratégia bem bolada, Gust e Ragnak conseguiram flamquear o mago negro. Até porque com ele morto o grifo desapareceria. O que eles n;ao contavam é que o mago ainda tinha um truque na manga. Num gesto rápido ele esgueu um quatro muros, formando um quadrado prendendo eles três dentro. Por um minuto Gust achou que faria com aquele mago o que fez com o conjurador de manto azul. Antes que ele pudesse erguer sua espada o mago desapareceu diante de seus olhos e se teletransportou para o lado de fora do muro.

Shadow estava longe dali, tentando atrair a atenção do grifo enquanto os guerreiros tentavam matar os magos. Imagino que nesse momento os magos restantes estavam mais aliviados pois não dois dos inimigos estvam presos e o outro parecia ter fugido. O mago branco foi cuidar o Etilaw dentro de uma cabana e o mago negro ficou ali fora mesmo descansando do combate.
  
Enquanoto isso, Ragnak escalou a parede que havia se erguido e do alto pode ver o mago negro de costas. No seu temperamento bárbaro ele não teve dúvidas, segurou firme seu machado e saltou o mais longe que pode para desferir o que poderia ser um golpe fatal. Quando os pés do meio-orc tocaram o chão é que ele pode entender a força que ele colocara no golpe. O machado atingiu o meio das costas do mago e parte da lâmina apontou bem no meio do peito do mago, quase o atravessando. Com o grifo dissipado junto com a prosão de pedras, todos cercaram a cabana onde estava o mago branco. Gust atacou pela frente, mas o mago desviou-se - acho que no susto - hehehe! Ragnak com seu jeito mais bruto abriu a lona da barraca com sua adaga. O mago quando viu que estava cercado usou o resto que tinha de seus poderes e sumiu em pleno ar, deixando Etilaw para trás.

Como aventureiros vividos, todos deram uma boa revistada nos corpos dos magos. Ragnak encontrou alguns pergaminhos e uma poção de cura que foi dada a Ramza para que ele retornasse à consciência. Gust encontrou uma varinha com poderes arcanos e Shadow encontrou um item que ele já conhecia por nome: o Cajado do Poder!

Depois de adquirir os novos itens, os heróis decidem levar o ilusionista de volta para o reino para dar explicação dessa ação suicida repentina.

é minha gente... acho que nessa nossos heróis se superaram. Confesso que quando ouvi achei que eles não conseguiriam. Mas foi como eu disse, resistir às invocações foi fundamental. O que me deixou com o pulga atrás da orelha foi aquele mago branco... será que ele voltará com reforços? Ou reconhecerá a derrota e se aliará a eles? Bem.. só o tempo vai nos dizer.. e enquanto ele não diz, vamos nos divertir!

0 Blá blá blá!:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes