quinta-feira, 30 de junho de 2011

Escola de Heróis 06 - Procurando Epitácio



Saudações vossa majestade! Trago novas informações.


Pelo que soube, dois homens de vosso reino se juntou aos jovens expulsos da academia. Não são guerreiros famosos meu rei, mas é de se estranahr que um feiticeiro e um paladino, guerreiro dos deuses, se unam a pessoas que estão sendo mau faladas.  eles devem ter seus motivos, creio que devemos esperar antes de vossa sehoria tomar alguma decisão.

Minhas fontes me informaram que eles encontraram os outros guerreiros num acampamento perto de Norug, que havia desaparecido. Quando Thrall e os outros acordaram, perceberam que tinham mais dois integrantes por ali, mas perceberam que Misha, a ladina, havia desaparecido durante a noite.

Meu rei, eles não deram importância para esse desaparecimento, mas creio que seja interessantes ficarmos atentos, pois esse desaparecimento após a conversa que ela teve com Lortek.

O fato é que eles caminharam o dia todo. Cansados e já sem comida eles se viram numa situação complicada, pois não há animais na floresta para caçar e alimentar-se. Já de noite, alguns passos são ouvidos. Todos ficam atentos, alguns com armas na mão, mas não enxergam nada.

O paladino Tube fica inquieto, pois detecta a presença de um mal desconhecido que circunda a presença de todos. Num ataque surpresa o inimigo mostra sua face, mas para a infelicidade do paladino ele é a primeira vítima. Com um olhar aterrorizante a criatura faz com que o guerreiro de deus caia morto. Como se não bastasse a morte, a alma de Tube agoniza num plano sombrio onde ele experencia todo o tipo de dor.

Todos se voltam para o inimigo. Eles não o reconheceram meu senhor, mas minhas fontes afirmam que se tratava de um Bodak: uma criatura humanóide de pele cinza bem claro, quase translúcida e sem pêlos. Pelo que se sabe os Bodaks são os testos mortais de humanóides destruídos pelo mal absoluto.

Os ataques são rápidos e eficazes. Arthur Siegref  demonstrou com maestria o resultado de anos de treinamento com espada ao lado do seu pai e posteriormente com Mishutaro. O Bodak ficara gravemente ferido com a sequência de golpes que estava sofrendo.

Entretanto, pouco antes de ser derrotado e retornar ao seu plano de origem, Dante percebeu que mais alguém estava se aproximando. Assim o o inimgo sumira no ar, um clima de medo se instaurou. Eles não estavam sozinhos, mas não sabiam onde estava seu inimigo. O pequeno bardo Roger tratou de se esconder num lugar seguro e observar onde poderia estar o ser misterioso. Alguns procuraram se posicionar em outros lugares. Enquanto caminhavam, perceberam que estavam muito próximos a um espaço que estava sendo preparado para um ritual.

Por sorte meu rei, não havia nada mais específico preparado no ambiente ainda, mas o círculo com pedras com um pequeno altar no centro já estava lá. Del, tentando se esconder desse possível novo inimigo, procurar ficar entre as pedras desse círculo. Assim como Tube, um outro Bodak o ataque com seu olhar de medo e pavor mortal. Uma sensação de imensa náusea e mal estar percorre seu corpo. Del sente como se um vidro de ácido fosse derrubado em sua alma; entretanto ele resiste ao olhar da criatura.

Assim como na primeira vez, golpes se acumulam um após o outro, porém esse segundo parece mais forte ou mais resistente, pois os golpes aparentam nem atingí-lo. Com espaço e tempo, o novo Bodak arrisca um novo olhar mortífero, dessa vez contra o bárbaro Thrall - com sucesso. Thrall cai no chão enquanto sua alma jazia num inferno indescritível.

Embora fossem maioria, os heróis começam a se preocupar, já que os poderes arcanos que quem os possue estava se esgotando. Bowie por exemplo, estava impaciente e impotente meu rei, pois queria ajudar mas sabia que nãopodia muito contra tal criatura do mundo dos mortos.

A sensação de vitória veio quando o novo feiticeiro do grupo teve a idéia de reduzir a criatura meu senhor. Dessa forma ela perdera força e mais fraca ela poderia morrer mais rápido. E foi o que aconteceu. Assim que ela ficou menor, Dante alvejou-a com suas flechas e Del, num golpe seco, acertou-lhe a nuca fazendo com que fosse derrotado e sumisse como fumaça no ar.

Depois de respirarem e se recomporem do susto, os jovens decidem ver o que há em volta. Viram que um pâtano passavapor ali. Del, como druida, tomou a frente e caminhou no pântano até o outro lado.

O curioso meu rei, é que, quando Del estava no meio do pântano ele ouviu uma coruja a leste dali. O druida achou melhor dar prioridade a algumas luzes que apareceram por ali, como se fosse tochas ou algum tipo de iluminação dentro de uma pequena casa. Os outros decidiram seguí-lo e novamente ouviram a coruja.

Já perto da casa eles avistaram uma velha senhora, com um aspecto de sujeira, uma pele esverdeada e um grande cabelo mal cuidado. Bowie iniciou o contato e logo todos se aproximaram para participar da conversa.

De acordo com Magna - esse é o nome da senhora meu rei. Sim, provavelmente é a Magna que nos dera problema em outra ocasião. Enfim, ele disse a eles que embroa conhecesse Epitácio a anos ela também o queria morto. O estranho é que antes deles dizerem a ela quem eram, ela já sabia! O fato é que, por ela ter oferecido ajuda ela foi bem vinda. Como recompensa pela informação onde se encontra o mago Epitácio ela pediu os itens que ele tem. Segundo a senhora ele roubou coisas delas que ele quer de volta. Assim que ela resgatar tudo o que for dela, o restante poderá ficar com os heróis. Todos concordaram sem pestanejar.

Como ela estava ali, prestando ajuda, não viram nada demais em pedir para ela ajudar o paladino Tube e o barbaro Thrall. Após ouvir o pedido de ajuda, em gestos rápidos e palavras inaudíveis ela fez algo e disse em seguida: "Eles já estão bem". Sim meu senhor, se for a Magna que estamos imaginando eles não estão nada bem! Mas vamos torcer para estra errados.

Por último, Roger pediu mais algum tipo de ajuda, algo que pudesse conceder alguma vantagem a eles contra o inimigo procurado: Epitácio - pois sabem que o mago não deve estar muito contente com eles.
Demosntrabdo boa vontade, Magna buca em seu quarto um pequena anel, com uma pedra verde como uma jade, toda entalhada com arabescos.

Sem questionar o que era e para que servia Roger se desculpou por não começar a usá-lo no momento - disse que o utilizaria na hora apropriada. Dessa forma todos se despediram e seguiram rumo ao norte, direção apontada pela anfitriao da casa.

Meu senhor, também estou receoso, mas vamos confiar que nossos jovens irão fazer a coisa certa. Assim que tiver mais informações eu lhe aviso. Agora descanse!

0 Blá blá blá!:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes