sexta-feira, 10 de junho de 2011

Cidade - Porthi



Bem vindo a Porthi a maior cidade do reino talvez a maior cidade do Mundo!


Isso mesmo a cidade é imensa, dividida em duas partes a cidade baixa onde nós trabalhadores se encontram e a cidade alta onde os nossos chefes moram. O castelo do rei permanece intacto nessa área.

Hoje a cidade apresenta uma ordem além do comum, tudo devido as Leis impostas pelos clérigos do deus único e aprovadas pelo rei.

A cidade é inteira cercada por muros onde a maioria da guarda habita. Existem 2 entradas para a cidade.
Pelos portões do Sol que fica na cidade alta, sempre fechado a visitantes.

Pelo portão da lua que fica na cidade baixa, esse sim sempre aberto a visitantes, pode –se entrar e sair da cidade a qualquer momento esses portões só são fechados quando a cidade está sobre ataque e como isso não ocorre a anos, creio que o portão nem funciona mais. Mas quatro guardas ainda permanecem protegendo a entrada. Dois no período do dia e dois no período da noite.

Em frente aos portões sempre há barracas seja de cavaleiros ou de vendedores acampados próximo a entrada da cidade. Com sua bandeirolas tremulando exibindo um brasão de terras distantes ou indicando uma venda de algum produto. Esse numero de barracas triplica durante os festivais que acontecem em Porthi.

Da cidade baixa para a cidade alta ainda existe um portão por dentro da cidade baixa que apenas aquelas pessoas que tem autorização podem passar, quatro guardas permanecem nesse portão durante o dia e a noite esse numero muda para 6 guardas. Depois do incidente da tentativa de assassinato do rei esse numero mudou dobrou.

A cidade baixa resplandece de negócios existe um ditado:
Se não encontrar em Porthi, é porque não existe.

E isso é bem verdade pois a todo momento chegam navios e carroças de comerciantes com produtos para vender ou partem levando os produtos de Porthi para longas distâncias.

O maior comércio hoje em Porthi e a fonte de toda a sua riqueza é feita dominado pelos anões. As minas de sal, isso mesmo não é de nenhum metal precioso ou poderoso apenas a maravilhoso sal que dá gosto aos nossos alimentos e conserva a comida.

Mas também existem vários outros negócios prósperos em Porthi.

A taverna do Cinse, fica próximo ao porto e a praia, ótimo lugar para exprimentar as expeciarias da culinária do próprio Cinse, um meio lagarto meio troll, pelo menos me parece.

Sempre com um sorriso nos lábios ele o atende como se você fosse o único cliente dele. Mas a taverna esta sempre lotada, seja por marinheiros ou por viajantes que preferem vir até o cisne para provar um javali ao molho de amoras a entrar na boate azul que fica na cidade.

Dizem que o cisne já fez parte dos Dragões do Sol Negro e se aposentou após alguns problemas em suas aventuras, onde ele achou o seu companheiro que estão sempre juntos. Um pequeno macaco que fica sempre em seu ombro.

Difícil mesmo no cisne é você encontrar um quarto para alugar, mesmo depois da ampliação, após a destruição pelos Punhos de Hextor.

Montada por um dos ex-alunos da extinta academia arcana, hoje administrado pelo viúvo Cedrick Godofredo, você pode comprar ótimos arcos, verdadeiras obras primas. Mas se não precisar de tão belas armas você ainda pode encontrar várias lojas onde se vender arcos e armas.

A loja de armaduras da Ferreira Anã é uma das mais requisitadas pelos elfos e humanos, pois além de ótimas peças elas ainda são mais belas que o normal. Os anões não freqüentam essa loja pois dizem que ela quebrou tradições além de produzir peças de armadura muito fracas.

Utensílios de couro podem ser comprados no curtume do antigo aventureiro meio elfo Serafin Douro D´ Mundo, couros exóticos é sua especialidade. Hoje o seu negócio prosperou muito e ele está morando na cidade Alta onde dizem ter montado uma loja especial.

Existe um pequeno hotel em Porthi, onde são realizados jogos de azar as escondidas, na verdade até os guardas gastam seus soldos lá. Dizem que o antigo proprietário Jaoi o Bruto hoje desaparecido, vendeu para Maluff, porém hoje, quem administra é uma garota de não mais que 18 invernos, chamada Thyla. Bons quartos são alugados por um preço justo.

Lady Makbeth, vende várias ervas para todos os seus problemas,  na casa do feiticeiro,  Duncan, dizem que Duncan vendeu sua alma para um dragão e com isso se tornou imortal, mas eu não acredito. Acredito sim que ele e a rainha de Yew são amantes isso eu acredito, mas não que ela seja um dragão.

Para fazer uma festa nada melhor que a boate azul, fácil de achar pois  na época da academia arcana foi colocado pelo dono da taverna pedras iluminadas que duram até hoje, iluminando a entrada, bem diferente do ambiente interno, onde a escuridão e a musica dos bardos infestam o lugar.

O templo do desespero, já foi um dia a morada dos clérigos de Pelor, mas durante um confronto com os punhos de hextor que acabou por dominar o templo, antes de serem expulsos e aniquilados por heróis, hoje guarda a lembrança do jovem Clérigo que desapareceu dando origem a todo o confronto. Dizem que durante a noite pode-se ouvir os gemidos e gritos de desespero do jovem clérigo.

A taverna do anão caolho é apenas para anões se não for anão afaste-se, segundo rumores apenas Serafin freqüenta essa taverna.

Existe a taverna pata do dragão e o atendente é o Wilson, claro você vai dizer mas não são todos Wilson?
-Sim! Em algumas tavernas sim, mas todos eles usam o nome do famoso taverneiro Wilson de Porthi. Uma taverna repleta de festa, boa cerveja e jogos.

Mas se esta enjoado dessa vida de guerreiro pode tentar a sorte nos jogos, na arena de Porthi. Semanalmente são realizados jogos entre seus associados. Jogos esses que não vão até a morte. São disputas de arco, lutas de justa, os mais variados tipos de combates são realizados na arena de Porthi, até o festival onde a coisa muda de figura. Todo ano é realizado o festival e até a presença do rei é confirmada nos festival de verão.

Se quiser fazer uma caçada em Porthi pode contratar alguém da guilda de Rangers, a guilda com o sindicato mais forte de Porthi, se não for filiado ou tiver uma licença da guilda é crime caçar na região  de Porthi, punível com multa e a perda da caça. Próximo de lá também fica o Urso Louco uma espécie de aviário onde se pode comprar todo tipo de animal permitido pela lei, as corujas mágicas não são permitidas.

Tem a loja do seu Iuguslave que vende itens mágicos sobe encomenda, ele lhe apresenta uma lista e você pode encomendar a ele.

Agora oque me chama mais atenção são o pequeninos bancários, sei que o termo é novo eles mesmo se designam assim, mas são 3 ou 4, gnomos que montaram uma casa onde por uma quantia pequena porcentagem você pode guardar seu ouro, com relativa segurança. Segundo eles jamais foram assaltados e jamais serão. Conhecendo mosca e seus amigos acho isso um pouco difícil.

Por falar nisso dizem que na cidade existe uma guilda sobre as sombras, uma guilda de ladrões que controla todo e qualquer jogo na cidade, dizem que se apostar qualquer quantia um tanto vai para a guildam lidera por uma leprechau, chamada Khaswnnetaz Bartoloma Inaliuos Kriarianna . Eu não acredito nisso mas...

Por isso que quando alguém perde alguma coisa, ou mesmo quando some algo que você sabia onde estava, você diz:
“-Foi para o mundo das Kanetas B.I.K.”

Uma outra versão, é que o irmão do rei é o líder da guilda, mais uma vez eu duvido! Estive com ele umas 4 vezes e nunca me aparentou nada disso, muito pelo contrário. Mostrou-se um homem integro e de palavra.
Aqui na nossa cidade é onde fica a Ordem dos Cavaleiros do Grifo. Não sei muito sobre eles, dizem ser a força de guerra mais forte de todo o reino.

Aqui também onde fica o mirante da viúva, dizem a uma viúva, após o seu marido jogar-se do mirante, chorou durante três anos no mesmo lugar.
Anos depois ele apareceu em outras terras pois jogou-se de lá para fugir dela. Acho isso uma maldade, se é que ela realmente existiu. Mas do mirante pode se ver toda a praia, antigamente funcionava o farol auxiliando os navegantes, hoje desativado devido a utilização de bóias iluminadas.

A suntuosidade do templo do deus único na cidade baixa pode ser vislumbrado a distância dizem. Isso eu acredito, é o maior templo de todo o reino assim como nossa cidade.

As manhãs da semana são coroadas com a feira na praça da cidade, onde milhares de pessoas passam para comprar hortaliças e os mais variados itens, você pode encontrar massa de pão frita na hora, receada com frango ou queijo mole E uma vez por semana esse se torna o evento da cidade, pois junta-se aos vendedores regulares, vendedores de todos os cantos trazendo as especiarias mais procuradas e os itens mais fantásticos de todo o reino. È comum ver apresentações ao ar livre de bufões, animais exóticos e até mesmo leilões de cavalos e outros animais na feira, Abastor meu guaxinim, foi comprado na feira, na barraca da Dona Leopolda por 5po apenas, uma pechincha.

Existe alguns perigos na nossa cidade, claro que existe, a noite pertence aos criminosos e bandidos, mas nem se compara a grandeza dela, uma pequena mosca ao relento.

Pois a guarda da cidade é eficiente e bem preparada o Capitão Zulik, sempre foi justo e honrado mesmo quando éramos garotos. Após o seu treinamento em Cidade de Blanchefort retornou para nossa amada Porthi

Hoje a cidade tem cerca de 200.000 habitantes. É a maior ou não é? Talvez só Ortannus tenha mais gente, mas não são moradores de lá e sim soldados, a maioria daqui inclusive.

Você deve se perguntar como vive tanta gente junta assim?

-Bem isso se deve a segurança que nossa cidade proporciona e o farto suprimento de aguá e alimentos produzidos nas fazendas próximas. Dizem que em Porthi se cravar uma lança no chão brota água. O que não deixa de ser verdade um poço com 3 ou 4 metros já é possível encontrar água. E claro temos também os reservatórios que captam a aguá da chuva, presente da antiga academia arcana, e essa água e distribuída por aquedutos, sei que são poucos os aquedutos, mas ainda assim são presentes e eficientes.

Também ordenado pelo nosso amado Rei Lothar, foi  construído na cidade baixa seis ou sete fontes de água boa, que constantemente brota do chão. Quando era garoto eu buscava água para a minha mãe nessas fontes, a que mais utilizava era a de Pelor, hoje chamada de fonte do sol, não por ser a mais próxima mas, sim a maior, é comum ver nela mulheres lavando suas roupas e de seus maridos.

A cidade é Bem limpa por sinal, pois essas fontes correm como pequenos riachos em direção ao porto onde os deuses do mar levam toda a nossa sujeira embora. Em dias de sol o cheiro forte dos nossos dejetos e lixo pode ser sentido. Mas não são suplantados pelo cheiro das donzelas da Boate azul. Nem tão pouco pelos incensos vendidos nas ruas.

Dias de muita chuva temos alguns problemas com eles que se enchem mas apenas com muita chuva.

Na nossa incrível cidade criamos os carroceiros ou comumente chamados de urubus, o pessoal encarregado de levar o lixo até o aterro fora dos portões da cidade.

Esse é um pequeno resumo da nossa amada Porthi.

Espero que tenha gostado da nossa cidade!
Mande a sua para gente casadosdragoes@gmail.com

5 Blá blá blá!:

Igor disse...

Lothar é o filho do Thannus?

Dragões do sol Negro disse...

Não na verdade Thannus é o nome que o exercito chamava ele, ou chama em fim após assumir o trono, ele perdeu o Thannus que foi substituido por Arhon que significa rei na lingua anciã de Porthi.

Druida-filid disse...

Super interessante!

Eu prefiro cidades pequenas! Estou mestrando uma campanha chamada Hammerblood, que é um feudo com 260 habitantes!

Nesse feudo, os jogadores mesmo baixo nível são heróis! A cidade está postada no blog RPGames Brasil, basta baixar: http://rpgamesbrasil.blogspot.com/2010/09/hamerblood.html.

RPGames Brasil

Rafael Jorge disse...

Ola pessoal desse blog, eu também estou mestrando uma aventura de D&D 3.5 em um mundo que estou criando aos poucos e sempre tive interesse de criar brasões para os principais reinos, cidades e etc. Porém, como não sei desenhar bem, gostaria de saber como vocês fizeram esse brasão para Porthi. Desde já agradeço a atenção.
Abraços

Dragões do sol Negro disse...

Nós mesmos que desenhamos...

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes