quinta-feira, 12 de maio de 2011

Escola de Heróis 01 - Primeira Prova


Bom dia meu rei. Hoje começou mais um grupo de possíveis heróis na academia de Tarchan. Como vossa excelência bem sabe,
está cada vez mais difícil encontrarmos bons combatentes para proteger vosso reino. Ladika, o diretor geral da academia, está confiante nesse grupo. Estudaram com afinco desde que chegaram até o grande centro de treinamento.

Como de praxe, depois de estudarem, vão para os estudos práticos. Soube por fontes seguras, que o próprio Ladika preparou a prova desses novatos.

Numa sala mágicas, soube que eles primeiro entraram num ambiente semelhante a uma floresta. Creio que para acostumá-los com o ambiente selvagem. Rapidamente um dos membro da equipe, uma pequenina ladra se não me falha a memória, já entrou furtivamente na mata, procurando de onde vinha alguns murmúrios que ouvia. O jovem bardo começou entoar sua bela música e os outros aspirantes a heróis aguardavem.

Driele, a ladra, encontrou um grupo de Kobolds e rapidamente, assassinou o que estava mais próxima a sangue frio, com um tiro de besta certeiro na cabeça. Com isso os outros kobolds correram. Não demorou para os outros aventureiros encontrarem e aniquilarem com eles. Aliás, um deles fugiu carregando o corpo de um deles, numa tentativa de proteger aquele corpo morto.

Não sei a avaliação que foi feita nesse primeiro momento, mas creio que nao dar chances para o inimigo sempre é uma boa tática.

Sim, meu senhor, sei que nem sempre a violência resolve. É claro, é claro, muitas vezes podemos resolver problemas com diplomacia. Mil desculpas senhor.

O fato é que magicamente os kobolds sumiram. Ao seguí-los, os estudantes também foram para um novo ambiente: uma velha masmorra.


Lá encontraram várias dificuldades, com destaques paras as inúmeras armadilhas e um grande rato que devia estar esquecido entre os escombros do ambiente. Ah sim, entre os escombros, 

Driele encontrou uma caixa, com uma imagem de um kobold repartida. Semelhante a um quebra-cabeça. Pelo que soube na academia, é um objeto muito valioso e perigoso, pois pode causar sua ruína ou sua ascensão quando o quebra cabeça é resolvido.

Depois de ativar alguma armadilhas e driblar outras, os estudantes encontraram uma criatura enorme. Como ficaram sempre presos em salas de aula, não tinham muita noção do que era, se era um gigante ou um troll, ou alguma outra aberração. O fato é que embora tentaram resolver na diplomacia meu senhor, não foram muito bem sucedido e tiveram que, mais uma vez, resolver na violância.
Após o combate eles descobriram que quem estavam enfrentando era o próprio Ladika, qeu com seus poderes emganara a todos.
Não tive informações para saber dos pareceres do diretor geral sobre o desempenho dos meninos. Comentam que eles devem ser mais cautelosos e menos impulsivos ou violentos. Mas o parecer dele é o que conta.
Assim que souber se mais alguma coisa eu lhe informo excelência. Por hoje não mais o importunarei.

0 Blá blá blá!:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes