segunda-feira, 2 de maio de 2011

Cenário de RPG: O Mundo de Nonsen!




A Mitologia e uma breve descrição das raças e classes deste cenário

A Mitologia de Nonsen - Capítulo 1 
(e único)

Porque mitologia é a religião dos outros!

-Tati Quebra Taverna-  Sacerdotisa anã de Mentira, a Deusa da mentira.

1- Em tempos imemoriais, que ninguém mais se lembra, apareceu O Deus.
2 - Um dia O Deus estava entediado de ver tanto espaço vazio que ele pensou em encher aquilo tudo com coisas...
3 - A primeira coisa que Ele fez foi uma cama, pois sabia que ia ficar cansado depois de preencher o infinito com coisas, mesmo nunca tendo feito nada desde que ele apareceu...
4 - A partir daí, Ele criou tudo o que existe e viu que não era nem um pouco legal. Como nunca passou pela cabeça dele fazer as coisas de maneira organizada e os 6 S não havia sido inventado, o universo era uma bagunça! A isso ele chamou Caos.
5 - O Deus então viu que precisaria de ajuda para organizar o caos, então criou outros deuses menores para ajudar nesta tarefa. Feito isso, O Deus estava cansado de tanto preencher o infinito com coisas e deuses e então, com sua voz poderosa, imponente, divina, celestial e onipotente disse:

6-VIREM-SE!!!!

7 - E o Criador do universo foi para cama dormir. Afinal já havia trabalhado um bocado...
8 - Os deuses então olharam todo aquele universo caótico e criaram suas próprias camas como o seu criador, para descansarem depois do trabalho.
9 - Os deuses vagaram pelo universo organizando todas as coisas organizáveis e deixando bagunçadas as bagunçáveis e varrendo o resto para debaixo das suas camas (e algumas vezes para debaixo da cama de Deus só de sacanagem).
10 - Um dia Vida, que era a Deusa da vida, não tinha a mínima noção do que fazer porque não sabia o que era vida, mas sabia que não sabia. Ela procurou em todos os lugares do universo infinito, até onde tinha aquelas plaquetas cósmicas de: Afaste-se Deuses Trabalhando, mas infelizmente não teve muito sucesso.
11 - Enfim havia apenas um lugar que Vida não tinha procurado: debaixo da cama de O Deus.
12 - Aproximando-se devagar, Vida entrou debaixo da cama de O Deus e descobriu que lá embaixo havia coisas misteriosas que quando abertas mostravam vários rabiscos estranhos... Mas tinham umas gravuras legais!
13 - A Vida então sentiu cócegas no seu braço direito. Olhou e viu bem pequetitinha uma pulga. Pensando ser uma verruga ficou histérica ...
 14 - Passada a crise, Vida olha a verruga mais de perto e descobre se tratar não de uma verruga, mas do deus Conhecimento, que era o deus do Conhecimento e que morava debaixo da cama de O Deus. Ele pulou em seu braço quando ela vasculhava o plano de existência D'baixo da Cama.
15 - Conhecimento, explica a Vida que ele escreve estas coisas com rabiscos que ele chama de livro e que ali, naqueles tais livros, estavam a explicação para tudo!
16 - Vida então pergunta: O que é a vida?
17 - O Conhecimento, então oferece a ela um livro de Biologia. Infelizmente, Vida não sabia ler e o conhecimento passou então a ensiná-la. Após muitos séculos ensinando e repetindo o que sabia centena de milhares de vezes, nasceu da testa de Conhecimento a Paciência, a deusa da Paciência, e ambos conseguiram fazer Vida entender como ler o livro.Vida então passou a ler com Conhecimento e Paciência o livro de Biologia.
18 - Ao fim da leitura, ao terminar de ler o capítulo sobre Reprodução, Vida ruborizou: Da sua bochecha esquerda nasceu a deusa Vergonha e na sua bochecha direita nasceu a deusa Luxúria e em cada um de seus olhos nasceram duas lágrimas porque doeu muito parir estas duas!
19 - Vida, Vergonha, Luxúria, Conhecimento e Paciência decidiram juntos viajar pelo universo chamando seus irmãos para uma grande reunião. Nesta reunião os cinco deuses explicaram aos demais o que era a vida e coisas que fazem a vida ser interessante! Aí tudo fez sentido para os deuses: Morte entendeu para que serve a morte, Guerra entendeu para que serve a guerra e assim sucessivamente...
20 - Cada deus enfim sabia o que era para fazer. Acolheram o deus Conhecimento como um irmão perdido, deixaram O Deus dormindo, apagaram as luzes, trancaram a porta e foram fazer alguma coisa que preste no mundo. Na verdade, um mundo.
21 - E assim nasceu o mundo de Nonsen!

-A Bíblia de uma Página e um capítulo de Nonsen-


Classes Básicas do Cenário (ou como estereotipar seus personagens)

Batedor: Normalmente conhecido por guerreiro. É aquele que bate nas coisas até elas pararem de se mexer.

Filósofo Espancador: Você aprendeu filosofia na base da porrada, seja batendo nos outros ou apanhando até entender o ponto de vista do seu oponente. 

Homidumato: Você é um aventureiro que vive no mato e sabe mais do que os outros sobre as coisas do mato.

Sortudo: Você é uma porta de tão burro ou é um completo desastrado sem qualquer habilidade manual, mas possui uma sorte tão absurda, que te salva de quase tudo! A combinação sorte + burrice/falta de habilidade lhe faz talvez a criatura mais perigosa do campo de batalha.

Hipergostosa: Tua beleza estonteante aliada a um corpo escultural e pouca roupa lhe garante sucesso nas frentes de batalha... e fora dela!

 Dabufis: Um sacerdote de um deus qualquer que te dá bônus e cura. Ponto.

Mago: Você usa magia. Alguma pergunta?

Pseudo-vilão: Você queria ser mal, amar o mal e praticar o mal. No fim é só um herói badboy ou com Emo / Gotic Style que usa uns "poderezinhos" macabros.

Ladino Cirurgião: Você é alguém que viveu nas ruas das cidades tentando sobreviver cometendo furtos de todo tipo. Misteriosamente, isso fez com que você obtivesse um conhecimento profundo da anatomia de todos os seres existentes.
  
Raças

Humanos: Precisa de definição?

Anões de Armadura: Anões que já nascem com armaduras de placas de aço.

Elfos: Raça de seres metidos a besta que esnobam as outras por se considerar melhor que todo mundo.

Elfas: São fisicamente diferentes dos elfos, tendo olhos grandes, boca pequena e corpos estupidamente sexys.

Bem Pequenos: São seres humanóides, baixinhos e folgados. Não necessariamente nesta ordem.

Ogros: Grandes, Fortes e Feios, o clichê básico de todos os seres com bônus em força.

Vampiro Romântico: Esta aqui porque são a onda do momento e porque ajudam a dar marketing pro cenário... Ou afunda-lo de vez!

Blor: Seres feios e mega-inteligentes conhecedores de mistérios profundos, tão profundos que poucos entendem o que eles falam...

Calangofolks: Também conhecidos como Homens-Lagarto. Uma raça de seres reptilianos que habitam os desertos de Terrade-Nim-Guém.

 By Rogério "Monge da Dungeon" Freitas - Filósofo Espancador cuja Dungeon é seu templo.

PS - Aceitamos doação de P.Os para compra de bonecos beholders de treinamento para a técnica mortal: 1000 Dedos no olho! Somos monges filósofos humildes, não ricos!


7 Blá blá blá!:

Odin disse...

Hahahaha, nada mal!

francisco disse...

Muito legal, adorei. Não sei mais o que escrever,kkkk. A parte da criação dos deuses foi a melhor.

Paulo disse...

rsrsrsrs

Rafael disse...

ahsahshashashas muito bom gostei das raças AHSHAHASHAHSHS muito bom!!!

Rogério"Monge da Dungeon" disse...

Oi Rafael Amanhã teremos a descrição da primeira Raça!

Ro disse...

Vou copiar, imprimir e jogar!!!!

E rápido!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Dragões do sol Negro disse...

Legal, faça isso e visite o nosso blog pois constantemente tem material de NONSEN.

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes