quarta-feira, 20 de abril de 2011

Demonios / Inicio do Fim 32


Não se assuste meu príncipe com o conhecimento dos clérigos de Porthi.

Continuarei a história de onde paramos...


Nossos heróis estavam bem enrascados com a abertura do portal, desesperados, precisavam salvar as pessoas da morte certa nas mãos dos demônios.

Assim voltaram a cidade agora dominada por demônios, por sorte dos moradores como disse anteriormente, Alice estava decidida a matar tantos quantos pudesse.

E assim Hunters, Brabon, Amrod e tripa a encontraram cercada por demônios.

Facilmente com ajuda dos amigos Alice, derrotou os demônios que a cercavam os destruindo, mandando-os de volta para profundezas.

Para revelar aos seus amigos que ela estava protegendo algumas pessoas logo atrás escondidas no mato.

Conduziram essas pessoas até a caverna onde agora é domínio deles. A salvo eles fizeram a contagem e algumas delas ainda chorando pelo desaparecimento dos seus familiares e amigos, talvez devorados por demônios talvez não.

Souberam que em torno de 50 pessoas haviam sido levadas para dentro das ruínas do mago Zuriabner.

Quais os terríveis objetivos que os demônios teriam com essas pessoas era desconhecido, mas só de pensar nas possibilidades, já era suficiente para arrepiar os pelos do mais corajoso.

Então Hunters contou o seu plano as pessoas recém resgatadas. E mais três pessoas surgiram do meio da multidão.

Uma garota, um feiticeiro e um acrobata e mais nove Gnolls.

Agora eram um pequeno exercito:
Amrod o elfo imortal, Alice o Anjo, Brabon o orc, Hunters o matador de dragões, Tripa do martelo, Sportacus o acrobata, Krys a menina, o feiticeiro, Zurg o chefe da milícia gnoll, Glabi seu fiel escudeiro, os irmãos Torgan e Cromo, Clato o escudo, Glabo da clava, Nicto o calvo e os lanceiros Vorg e Timão.

Esse era o exercito formado por 17 heróis, que tentariam salvar toda a humanidade. Eles ainda não sabiam, em outras cidades os demônios já estavam atacando. Outra hora falarei mais sobre esses demônios.

Por hora eles tinham um objetivo simples; -Sim, meu príncipe o objetivo era bem simples, ir até a cidade fechar o portal e libertar os moradores.

Agora a solução é que não se apresentava simples, pois a cidade estava cheia de demônios e entrar nas ruínas já era perigoso antes do portal aberto agora então...

Mesmo suspeitando do perigo eles não desistiriam e partiram mesmo assim, com pouca carga, e muita vontade de destruir uns demônios.

Próximo aos portões já podiam ver a destruição causada pelos demônios, os gritos de dor dos últimos sobreviventes eram ouvidos a distância. O céu estava escuro com as criaturas voadoras saídas de algum pesadelo.

Eles entre olharam-se o medo tomando conta, rapidamente o medo deu lugar a adrenalina do combate. Quando Brabon disparou berrando algumas palavras em orc desconhecida pelos seus amigos, em direção a alguns demônios que estavam em frente aos portões.

Hunters, Sportacus, Tripa, Alice e Krys o seguiram em disparada numa carga frenética. Atropelando e atacando os demônios só pararam a carga quando, se depararam com os pequenos devoradores.

Não meu príncipe esse tipo de demônio não é formado pelos lords dos infernos que nós lemos nas histórias dos clérigos. São o mais puro ódio que toma forma de criaturinhas que devoram tudo de carne a pedras.

Eles lutavam bravamente, mas nada do que faziam parecia deter as criaturas, até que elas explodiram em fogo negro, sei que é difícil descrever esse tipo de chama que queima sem produzir calor.

Mais parecido com uma corrente feita de eletricidade e fogo, quase como um relâmpago vindo dos céus, mas esse feito de fogo e ódio.

Atingiu os heróis arrancando gritos de dor.

Foi quando Amrod, imbuído de magia berrou que as criaturas eram uma coisa só!

Mas foi tarde, Brabon já havia rompido a barreira feita por essas criaturas.

Então o ódio puro se mostrou, as criaturinhas se uniram em uma grande massa disforme e cheia de tentáculos malignos, com bocas no lugar das ventosas incendiados pela mesma chama negra.

Agora eles sabiam como acertar as criaturas mas ainda parecia ter pouco efeito os ataques.

Do céu um brilho de luz surgiu e explodiu a criatura. Só para revelar Alice segurando sua espada, com os olhos brilhantes.


Segundo o feiticeiro, que viu tudo a uma certa distância, disse que o luz provindo dos céus percorreu o corpo de Alice antes de se concentrar em sua espada.

Esses demônios morriam e eles correram para o próximo agrupamento de demônios.

- Onde vai meu príncipe? Saiba que não é educado sair quando alguém esta lhe contado uma história.

–Desculpe meu príncipe, não sabia que estavas com pressa, continuo em outra oportunidade.

0 Blá blá blá!:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes