quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Cidade - Pandox



Pandox – Cidade fortificada Localizada aos pés do monte Canif tem cerca de 20 mil habitantes, economia crescente por conta do minérios extraído do monte, possui um senado onde cada clã tem seu representante de forma direta..
A cidade possui bancos, mercados, ferreiros, e uma diversidade de artesãos.
Problemas comuns: Assaltos, rivalidades de clãs. 
Possui uma guarda com 100 componentes que procura resolver problemas internos, um exército base de 500 homens e cerca de 5000 soldados recrutáveis.
::Tamanho: Cidade média fortificada com muros.
::Limite de ouro ? Não sei fazer a estimativa de quanto de ouro a cidade pode acumular, mas é uma quantia considerável, pois é uma cidade que extrai uma diversidade de minerais e fabricas artefatos com eles.
::População e seu limite de itens por level: 20.000 Habitantes. Não existem itens mágicos em Pandox, mas a qualidade dos itens aqui produzimos é bem melhor do que qualquer lugar do reino. É mais ou menos assim, qualquer item comum aqui é no mínimo um item +2 em outras partes.
::Chefe da guarda: Capitão Riuri.
::Nº Guardas em tempo integral: 100.
::Predios importantes: Banco, Areópago, casas dos líderes dos clãs.
::Leis da cidade:
1) Todos são iguais perante a lei, independente de raça, sexo, cor ou classe social.
2)Todos tem o direito a vida, independente de raça, sexo, cor ou classe social. A ninguém é dado o poder de tirar a vida de alguém, salvo exceções:
a) Quando em legítima defesa, própria ou de outrem, e não houver outro meio de ação.
b) Quando em uso das atribuições legais conferidas pelo senado.
Tal crime é passível de pena capital.
3)O trabalhador é digno de salário. Não haverá escravo nas terras de Kurdrateran, todo trabalhador receberá o seu salário, de maneira justa e de acordo com sua função, por cada hora trabalhada.
4)Os impostos serão pagos a cada lua cheia, a quinta parte de sua renda e/ou produção será recolhida ao tesouro do estado.
5)É proibido o desperdício. Toda e qualquer sobra deve ser aproveitada de alguma forma, dentre as disponíveis e de conhecimento geral da população.
6)É proibido se apropriar de coisa alheia sem a devida permissão do proprietário. Tal crime é passível de mutilação.
7)É proibido manter cativo qualquer ser inteligente, para exigir preço por resgate. Tal crime é passível de pena capital.
8)Todo aquele que tiver conhecimento de alguma técnica ou pratica deve repassar a um pupilo para que o conhecimento não se perca nas gerações.
9)Todo aquele que completar 13 verões, independente de raça, sexo, cor ou classe social, passará por uma seletiva para constatar suas habilidades, e para qual área será designado: campo, comércio, industria, enfermaria ou para as forças armadas.
10)Qualquer questão não relacionada nesses termos será discutida pelo senado até que se chegue a um denominador comum.
::Tendência e sist. de governo: Boa e leal, Senado.
::Governantes: Senadores, um representante de cada clã.
::Oposição ao governo se existir: Não há. (ainda)


Pessoa Importante: 

      • Capitão (Agskar) Riuri – Sempre atento ao que acontece nas ruas de Pandox, é o braço da lei alcançando os criminosos, seu currículo possui centenas de capturas. Grande habilidade no combate corpo a corpo e cavalgar. Sua razão de viver é sua família, sua esposa Menphis e sua filha Tagima. Um cidadão exemplar.
Idade: 45 anos. Cabelos Grisalhos. Olhos escuros e sérios. 1.78m de Altura.


Lugares Importantes:



Monte Canif tem suas particularidades, nos meses de inverno quando a neve cobre as terras de Khurdrateran e as tempestades de gelo são intensas nas alturas do monte, alguns dos poucos que se arriscam a ir até as Minas Elevadas juram de pés juntos que ouviram sons de música e dança vindo do cume do monte, mas como para se conseguir chegar até essas minas os mineiros tomam Salut (uma bebida alcoólica forte que aquece o sangue e provoca algumas ilusões naqueles que tomam um pouco a mais da conta) ninguém nunca dá crédito a eles.


O Rio Calmo, como o nome diz, é uma tranqüilidade total, suas águas caudalosas e frias são essenciais para a irrigação de Khurd (abreviação do nome da região), ele desce em cascata do Monte Canif e escoa vagarosamente pela planície central, suas águas congelam no inverno e impede sua navegação, mas, passados esses dias ele volta a ser o melhor meio de ligação entre Pandox e Argon. Navegantes dizem que nas noites de lua cheia é visto nas margens do rio uma silhueta brilhante de uma jovem banhando-se nas suas águas, um cheiro suave e adocicado paira no ar, pode-se ouvir também uma música de harpa tocada levemente. Nas vilas e povoados da floresta conta-se a lenda de uma bela jovem que foi abandonada por seu noivo nas vésperas do casamento, de tamanha tristeza saiu a procurar seu amado pelo rio, pois o mesmo era pescador, mas nunca o encontrou, e desatou a chorar. Em certa noite de lua cheia, uma dríade se com padeceu do sofrimento da moça e lhe ofereceu o nectar dos deuses, bebida que lhe acalmou o espírito, mas também concedia imortalidade ao que dela bebesse. Ainda enquanto bebia, lágrimas rolavam de sua face e seu corpo já estava molhado de tanto chorar. Ao aparecerem os primeiros raios prateados da lua ela começou a reluzir como a própria, sentindo um imenso calor dentro de si mesma, a jovem se despiu e foi refrescar-se nas águas tranqüilas do rio calmo, e é o que tem feito até os dias de hoje. Dizem que ela ainda procura um grande amor e quando o encontrar compartilhará com ele a sua imortalidade para que possam viver eternamente juntos.
Muitos já procuram essa jovem, alguns dizem que já a viram, mas ninguém conseguiu atrair sua atenção. Uns dizem que por convivido com a dríade, ela aprendeu alguns truques de se esconder nas árvores e sombras da floresta, outros dizem que ela recebeu uma benção da lua e pode tornar-se transparente, mas o certo ni nguém sabe, ainda há alguns que acreditam que ela seja um demonio que arrasta para o fundo do rio os jovens que se distanciam demais dos amigos nas pescarias e caçadas, como forma de vingar-se de sua imensa dor.




Material enviado por:

Marcos Lyra

"Você pode não acreditar na lei da gravidade, porém, isso não vai te livrar da queda."
                                                                                              

3 Blá blá blá!:

Red Dragon disse...

Gostaria de saber que programa vcs usaram para fazer esses mapas?

Argull disse...

Dessa vez não li hehe...

Vim, desta vez, aconselhar ao bardo cego que esses mapas são interessantes a todos os mestres que gostam de caprichar na criação da campanha. Um tutorial com uns 3 posts, quem sabe?

Que seu hidromel não acabe, e que as mulheres tentem acabar com ele.

Hailsa!

Dragões do sol Negro disse...

Ok Pessoal vou montar um tutorial aqui como faz o seu mapa da sua aventura ou campanha ou vice-versa, no photoshop e ou corel Draw.
Red se quiser faz assim manda pra mim o mapa que você quer fazer desenhado em qualquer coisa como você faz ai.
Que eu vou montar o tutorial em cima do seu mapa mermo. pode ser?

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes