sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Numumba – Nambala, a Lança Relampejante


Numumba – Nambala, a Lança Relampejante

Havia Naguna, o Caçador de Bestas, que nas lendas mais antigas era chamado de Nambala, a Lança Relampejante; era descendente em linha direta de Namutu Nangana, o Primeiro Homem, e por isso herdeiro de direito do Trono do Céu, no ápice da Munda Central, antiga capital do país Namba.

Nambala foi o maior chibinda de seu tempo, alguns acreditam que superava até mesmo Nlunga Ua Tembo, o lendário Matador de Cem Omakakulas.

Contudo, Nambala foi envolvido nas tramóias de seu irmão mais novo, Nomboga, o Invejoso, que levantou provas falsas de seu suposto envolvimento com feitiçaria – crime grave, passível de morte. Apresentou sua denúncia perante o tribunal dos anciãos. Os respeitáveis senhores do conselho – que receberam de Nomboga ricas terras de presente, sussurram alguns – deram fé à acusação e assim Nambala foi expulso dos verdejantes territórios da tribo Namba, condenado a vagar para sempre como um proscrito sem lar, sob pena de morte caso ousasse retornar à sua terra natal. Com muita dignidade, Nambala saudou os anciãos que o condenaram, enquanto Nomboga sorria sem nem se dar ao trabalho de esconder a imensa satisfação – finalmente havia derrotado o irmão imbatível e imaculado, amado por todos do reino, me forçando a viver na sua sombra, desgraçado maldito!, não existem pessoas perfeitas, tu és só um lixo que finge muito bem, parvo dos infernos, aquele nosso pai velho e fraco confiou-te a soberania sobre nossos territórios, mas não passas dum mero aventureiro, caçador desprovido da inteligência e discernimento dum verdadeiro governante, vive no seu mundo encantado de caças e glórias!, por um capricho dos espíritos nasceste antes de mim, mas eu sou Nomboga, o de Conhecimento Ilimitado, enquanto brincavas de esportes, combates e heroísmos tolos, eu estudava com os sábios, aguentei humilhações e desprezos por ser inábil em armas, contudo tornei-me um erudito da tradição, ora, um rei deve possuir vastas sabedorias para governar com competência e não músculos fortes para impressionar vadias desmioladas, as outras tribos crescem ao nosso redor e devemos estar preparados, tu, meu irmãozinho, eras um empecilho para nossa evolução, por isso causo tua expulsão, para o bem de nosso povo, vá caçar nalguma vasta planície de seu gosto, é só o que sabes fazer, caçar caçar caçar, podes ficar tranquilo porque regerei nosso país da forma que se deve, então vá com a benção dos espíritos e nunca mais retorne a essas terras!

E Nambala não mais retornou mesmo às terras em que nascera mas que jamais amara; nunca se adaptou às intrigas, trocas de favores e jogos de interesse da corte. Inebriou-se de toda aquelas vastas terras que circundam a Munda Central e caçou bestas mágicas até morrer. Fim.

Os orgulhos sempre prestam a si mesmos uma importância além de sua alçada.

Infelizmente não era o fim porque Naguna Nambala também foi um mulherengo irresponsável que trepou adoidado por aí; e nada mais que sete filhos apareceram para reclamar o brilhante Trono do Céu, onde estava sentado Nomboga, o de Conhecimento Ilimitado – tão ilimitado que não soube o que fazer quando um dos filhos de seu odiado irmão apareceu para cortar-lhe a garganta e desencadear a maior crise do país Namba. Os sete príncipes descobriram que se odiavam – ou seus assessores pessoais descobriram por eles, no caso de alguns – e dessa forma brigaram entre si como crianças birrentas e estúpidas; o poderoso país Namba foi fragmentado em sobados minúsculos e insignificantes, a Mansão do Rei, no topo da Munda Central, abandonada, e o orgulho de nossa tribo Nangana, descendente de Namutu, o Primeiro Homem, destroçada. Fim.

– Só isso?! – exclamou Numumba.

– Há mais – disse velho Nanga. – Sempre há mais. Mas isso conto depois.


Fábio Cabral, especial para o Ao Sugo e autorizado por ele para os Dragões do Sol Negro

Imagem: Kilimanjaro Speedpaint, por Mr. Conceptual, Deviant Art

0 Blá blá blá!:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes