quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Um pequeno contra tempo ? ou Inicio do fim 26

Um pequeno contra tempo ? ou Inicio do fim 26


Boa noite meu príncipe, Sim hoje continuarei sei das suas dúvidas. Entretanto deixe eu continuar, como eu já havia lhe dito eles agora tinham, uma parte da sabedoria de Eleinad é fato que ainda não tinham conseguido libertar Amrod, nem tão pouco abrir o portal para a casa dos deuses ou mesmo salvo a mulher amaldiçoada.

Sabendo que Amrod tinha solução, voltaram até a vila onde Amrod e os outros haviam montado sua casa, não meu príncipe a vila ainda não tinha nome. Até esse ponto e também não era conhecida ainda pelo deus e seus asseclas, não ainda.

O fato é que em reunião disseram a Amrod como quando e porque deveriam retirar o que ele via como benção pois ele não poderia morrer. Mas ele não via desse jeito. Todavia ainda não era o momento pois o tempo em que, George, Tripa e os outros passaram fora. Os recém chegados que tentavam montar suas fazendas eram constantemente atacados por Gnolls, tendo suas parcas provisões roubadas, deixando assim Back Yardgans sobrecarregado com o seu auxilio divino. Ele nunca reclamou, meu rei mas era um fardo bem pesado.

Então George, Tripa Seca e Amrod, decidiram destruir o covil das criaturas, foi fácil para George e Amrod rastrearem até a entrada do covil.

Era uma entrada submersa ou parcialmente submersa, eles entraram, com a agua pelo peito, Tripa seca com muito medo da agua caminharam até a passagem escura que George iluminou facilmente.Não era esse o único perigo ou proteção da entrada, pois havia um gigante troll que guardava a passagem.

Com muita dificuldade pois a água limitava seus movimentos Tripa lutou com bravura arrancando pedaços do troll, com movimentos rápidos, não se sabe como ele conseguia ser rápido usando o martelo de guerra uma arma conhecidamente lenta. As feras de George fizeram o serviço sujo e eles puderam continuar.

O local era guardado por uma porta de ferro da metade de um homem. Tempo depois descobri que esse tipo de passagem, serve para proteger o lugar com o mínimo de homens possíveis, pois apenas um pode passar de cada vez e assim até mesmo mulheres e crianças com machados em punho podem defender esse local.

E foi o que aconteceu eles sofreram muito para cruzar a passagem, o tigre de George e seu Lobo tiveram que aguardar não podendo seguir com eles e nem vislumbrar o que acontecia.

Livro dos monstros Ad&d
Após cruzarem a passagem e derrotarem os guardas que eram bem poucos conseguiram em fim ver onde  se encontravam, dentro de uma câmara feita na própria rocha, iluminada por tochas a sua frente podiam ver uma grande paliçada que se estendia de um lado a outro da parede, com no máximo uns 2 ou 3 metros de altura e toda ela preenchida por inúmeros Gnolls com arcos flechas e azagaias.

Foi um combate muito duro, pois com muita dificuldade conseguiram subir as muralhas, e então puderam vislumbrar a grandiosidade do local. Cabanas feitas de madeira com suas paredes de barro se espalhavam atrás da paliçada.

Nunca viram tantas criaturas juntas correndo de um lado para o outro como se o inferno tivesse chegado, mulheres Gnolls carregavam crianças em seus braços e corriam desesperadamente. Enquanto seus maridos ou filhos ou mesmo irmãos tentavam impedir o ataque.

Tripa seca jogou-se de cima da muralha contra a turba feroz, e seu martelo derrubava um, arrancava a perna de outro, esmagava o crânio das criaturas.

Segundo a lenda eles mataram mais de 50 Gnolls antes de tombarem, na verdade apenas George e seu leopardo caíram em combate.

Tripa Seca, agitava o seu martelo com velocidade deitando tantos quanto podia, mas infelizmente, flechas e azagaias voavam por todo lado e a golpes de machado ele foi capturado pelos Gnolls.

Amrod no momento de desespero conseguiu salvar George e o seu animal e juntos correram porta a fora, espremeram-se para passar pela porta estreita, para então vislumbrarem o terrível Troll em pé, que acabava de destruir o Tigre e o Lobo, a fúria tomou conta de George e ele atacou com tudo que pode, o tempo era curto pois logo a cidade inteira estaria atrás deles, mas o algoz das suas feras estava morto. Então Amrod e George quase que juntos atearam fogo ao maldito Troll.

George com muito custo conseguiu restaurar seus amigos animais, e fugiram como puderam com o orgulho ferido mas vivos.

Ainda na vila gnoll preso a um pilar, Tripa Seca aguardava o seu momento antes de ser executado pelos defensores da cidade. Seria ele julgado, conforme as leis dos Gnolls, mas o resultado todos já sabiam e ele podia ver o que seria no olhos das mulheres que choravam a morte de seus filhos ou maridos.

George e Amrod traziam em seu coração a desonra de deixar um amigo em batalha. Esse sentimento perseguiria eles até o fim de suas vidas.
Voltaram ao acampamento e contaram aos seus amigos o que havia acontecido.

-Smirnoff os amaldiçou por abandonar um amigo para essas criaturas.
-Beck não teve palavras na hora, permanecendo mudo.
-Alabardiel, cuspiu o chão.
-Argull apenas sorriu, um meio sorriso amarelo, em outros tempos executaria os dois por traição e covardia, mas apenas retirou-se.
-Alice teve seus olhos cheios de lagrimas, iria esboçar alguma reação explosiva, dava para notar pelos seus olhos, mas respirou fundo e retirou-se para rezar aos deuses.

...Oh desculpe meu rei, não sabia que hoje tinha várias obrigações; Nem que vossa prima o aguardava, outro dia continuamos...

Imagem retirada de : http://www.arelith.com/node/978
Todas as imagens aqui são meramente ilustrativas, e pertencem aos seus autores, caso sinta-se ofendido por qualquer que seja o motivo entre em contato com casadosdragoes@gmail.com que retiraremos a imagem do ar.

11 Blá blá blá!:

Anônimo disse...

Cara,está sendo muito legais essas aulas.Acho que deveria ter em todos os colégios.OK

Ronildo Silva disse...

Cara, todas essas aulas estão sendo muito legais.Deveria ter em todos os colégio.

Dragões do sol Negro disse...

Seja bem vindo Ronildo!

Matheus disse...

E o Fildo não tem opinião sobre o abandono do Tripa???

Eder disse...

Eh!!! Não, Matheus, não tem, pq?

Fora isso, o George não ficou com remorso nada, aquele louco desvairado que não tem controle nem sobre a própria mente... Ele está é indignado com aquelas criaturas q não tem respeito pelos seres de sua Deusa.

Eder disse...

LENDA!?!?!?! Foram 54, mais especificamente, ahsuhasuhas

Fildo disse...

Com um leve sorriso de canto de boca, disse baixinho para si mesmo:

Humpf... guerreiros braçais... eles não aprendem nunca!

Sandro disse...

puxa, só faltou falar da hora em que o Amrod adestrou o tigre do George heuheuheuheuheuhe

Eder disse...

Afff! Cada esperto que me aparece. O George adestrou o tigre para montaria por quase dois anos, o elfo, macho como sempre, com medo de encarar um trolzinho "posso subir no tigre"... Rolou escalar pra conseguir subir e quer dizer que ADESTROU. Menos Sandro, bem menos.

Cassiano disse...

adestrou, adestrou, adestrou...
Ai aparece um elfo e monta! rsrsrsrs

Faço minha as palavras do Eder:
Cada esperto que me aparece.

Will disse...

Muito legal, gostei!

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes