quarta-feira, 22 de setembro de 2010

História das espadas I


Zulfiqar


Zulfiqar ("bifurcado") é uma espada muito conhecida da história islâmica, propriedade de Hazrat Ali, por muitos anos, Maomé (PECE) presenteou Zulfiqar ao jovem Ali na Batalha de Uhud. Durante a batalha, Ali atingiu um dos mais ferozes adversários, quebrando tanto o capacete quanto seu escudo. Maomé (PECE) observou: "Não há nenhum herói, além de Ali e nenhuma espada, exceto Zulfiqar". Por maioria dos relatos históricos, Ali usou a espada na batalha da trincheira para cortar um adversário feroz de Meca e seu escudo em duas metades. O adversário foi Amr ibn Abdawud, cuja força foi muitas vezes comparado à de mil homens. Ninguém ousou enfrentá-lo, exceto Ali, que o matou com um golpe poderoso. Embora Amr ter usado uma armadura forte e portar armas poderosas, ele não foi páreo para Ali e sua espada. A cimitarra é um dos símbolos mais antigos e conhecidos do Islã. A espada também foi usado na batalha de Karbala por Imam Hussain, e como resultado é vista como um símbolo de honra e de martírio. E acredita-se que os xiitas por estar na posse de Imam Mahdi.
 
Lembra do MIRO, então ele ira contribuir semanalmente com a história das espadas, esse foi o primeiro espero que tenham gostado. Semana que vem tem mais.
Tradução Miro, O Mago sem background.
Texto e Imagem original em: http://www.smashinglists.com/top-14-legendary-swords/

_______♠_______

Agora usando as regras da mesa veja como ficou:

Zulfiqar para D20 3.5
Cimitarra +4 | dano 1d6+4 | decisivo 16–20/x2 | peso 2 kg | dano Cortante.
Especial arma magica +4, Afiada,  O usuário adiquire o talento Trespassar Maior (Mesmo que não preencha os pré requisitos), Destruir Arma (funciona como o separar aprimorado, mas irá destruir a arma.)

TRESPASSAR MAIOR [Geral]

O personagem brande uma arma branca com muita eficiência e consegue atacar diversas vezes quando derruba seus oponentes.
Pré-requisitos: For 13, Trespassar, Ataque Poderoso, bônus base de ataque +4.
Beneficio: Similar a Trespassar, mas não há limite para a quantidade de ataques adicionais por rodada.
Especial: Um guerreiro pode escolher Trespassar Maior como um de seus talentos adicionais.

SEPARAR APRIMORADO [Geral]

O personagem foi treinado para atacar as armas e escudos dos adversários, entre outros objetos.
Pré-requisitos: For 13 e Ataque Poderoso.
Benefício: Quando seu personagem atacar um objeto empunhado carregado por um adversário (como uma arma ou um escudo), ele não provoca um ataque de oportunidade (veja Separar).
Seu personagem também recebe +4 de bônus em todas as jogadas de ataque contra objetos que seu adversário estiver empunhando ou carregando.


_______♠_______

Essa é a nossa versão e a sua versão?
Comente ai embaixo como ficaria a sua versão da arma.

9 Blá blá blá!:

Camus disse...

Na minha época as coisas não eram assim o bardo cego era um cego fdp e arma magica era um momento magico do player ser assaltado pelo mestre da escola dos magos, menos um sujeito que não vou citar nomes mas que tinha a incrivel e nada invejavel habilidade de quebrar toda e qualquer arma +5 que lhe caisse em mãos chegando a um numero recorde de 6 se somarmos os resultados em duas mesas.

Agora tem coruja cavaleiro, cavaleiro do grifo o bardo é amiguinho e da conselho (ainda dou uma BICUDA nele que ele vai "girar 360º de PURA BICUDA" e parar num PartoBa qualquer).

Vamos acho que essa cimitarra uma boa arma para ranges, bardos, ladinos e duelistas que em matéria de armas magicas para sua classe acabam levando uma desvantagem feroz em comparação aos guerreiros, paladinos e até mesmo monges.

Isso é bom, parabens pelo post.

(Movimento para roubar a bengala do bardo cego já!!! filie se )

Um grande abraço, Camus

Igor disse...

Quem será que quebrava tantas armas +5? hehehe
lamentos e mais lamentos uhaehaueha


enfim,
O Draël faria de quase tudo pra ter essa arma, antes de virar presunto claro. Iria fazer um belo par no turbilhão de golpes com a antiga cimitarra celestial dele. 4d6+1d8+5(for) 15-20x2, 3 vezes por turno. Puta cagada aquele cubo do caralho! Maldito cubo dos infernos! Tomara que o butico de quem inventou aquela merda de cubo seja rasgado... soco no cu! =(

Camus disse...

Lamentos?
Não vou citar nomes mas lembro de um cara que quebrou 3 VEZES uma espada +5.

"Agora vai... e thcaaaaahh" mais uma espada +5 quebrada.

Desespero geral dos magos e amigos, o bom é que era com personagem mau e bom assim o cara não pode ser acusado de preferencia por alinhamento ele era no fim das contas uma pessoa justa.

Hehehehe

(campanha para roubar a bengala do bardo cego, apegue se a idéia)

Um abraço a todos fico por aqui

Camus

Eder disse...

Muito roubada essa arma, mas pra ela ainda existe o lado 1 no dado hasuhasuhashu

Diego disse...

Em termos de D&D tá faltando explicar como criar as armas, sim eu sei, essa é uma arma épica, presente dos Deuses e tal, mas pra D&D isso não faz muita diferença, nem vou tocar no assunto sobre divindades aqui, mesmo porque nem sei de que panteão Maóme seria em D&D, mas é pra estimular os crafters - acho que isso já foi tema de algum post por aqui msm - coisa raríssima e que tem um puta potencial em D&D.

Dragões do sol Negro disse...

Bem colocado Diego e aceitamos sua resenha ou texto ou afins sobre crafters!
Perca ai uns 20 minutos e nos ilumine com seu conhecimento!

Diego disse...

Hahaha, Meu conhecimento parou na versão 3.0, e o LDM tá jogado no fundo do armário, vou ver se tiro a poeira dele e dou uma compilada nas regras de criação de itens, mas tá tudo lá pra quem quiser entender a criação de itens, o problema é o custo em gold e xp que o caster gasta, to pensando em um post sobre como mitigar isso, seria algo mais criativo, viabilizando os artífices na mesa.

Dragões do sol Negro disse...

Parece legal vou esperar ansioso.

taf39 disse...

Realmente a arte de craftar eh muito legal, temos problemas em fazer isso na mesa, mesmo porque requer tempo gold e xp como foi dito. mas se pensar em alguns jogadores que ficam um tempo sem ir jogar, esses podem ser bons crafters. Em nossa mesa acho que foi muito pouco os itens feitos, eh mais facil pilhar, roubar ou ate mesmo comprar na super tenda de itens magicos, o problema eh achar essa tenda! Bem legal a ideia de passar as armas para conhecer, sabemos de personagens de armas ainda nao tinha visto nada... up!

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes