sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Gemeas de Aço Parte 3


Dois caminhos.


Flechas de elfo têm seu espaço em qualquer história, e nessa, elas o colocaram em uma enrascada. De um lado, orgulhosos guerreiros pagãos em seus cavalos, na soleira dos portões de Porthi, aparentemente amistosos com você e Ídaco (que desmaiara com o tombo da carroça). Do outro, a mão generosa de Pavus estendida, convidando-o a uma nova vida, a garota, e a maior cidade qual você já ouviu falar.

A opção escolhida, com 66.6% dos votos (2 entre 3 votos hehe) foi: que se ferre Ídaco! Deixá-lo lá e correr para Pavus.



Você corre como poucas vezes fez na vida, com galopes em seu encalço. Mas perseguições já não te assustam mais, não depois de sobreviver nas ruas de Valadar. Os portões estão quase fechando por completo, Pavus lhe espera atônito, mas confiante.

A voz de comando do capitão da muralha faz com que os cavaleiros interrompam a investida. Pavus lhe abraça e os põe para dentro dos muros pela pequena fresta que restara de passagem pelos portões que se fechavam.

– Seu fiel servo lhe é grato, meu Deus! – Exclamou Pavus, ajoelhando-se, ofegante e trêmulo, segurando um pequeno objeto que você é incapaz de reconhecer.

Sem saber o que fazer você apenas observa a cena, imaginando o que levaria guerreiros em tanta desvantagem numérica investisse contra vocês.

– Vamos garoto – disse Pavus depois de recuperar-se do choque.

Ele o leva por entre as ruas sem falar nada. Existem pessoas de raças estranhas ali, de vários lugares do continente, de todas as formas e cores de pele, mas a grande maioria é humana como você. O cheiro ali não é de merda de cavalo como em Valadar, e as pessoas sorriem.

O tilintar das moedas pelo comércio lhe fazem sorrir instintivamente, mas você esconde o sorriso assim que se lembra das condições atuais.

Mais algumas atrações e belas estruturas pelo caminho, e então Pavus lhe mostra o local onde o grande templo será construído. A arquitetura teve seu início, já passara da fase dos alicerces e agora colunas da grossura de sequóias adultas eram erguidas por inúmeros obreiros. Em todo o mundo, não existiria uma construção tão magnânima durante séculos, ou talvez milênios.

– Para edificar a casa de Deus não é preciso ser bem nascido, garoto, basta apenas que tenha fé e amor em seu coração – Comentou o homem religioso – Aquele homem de longas barbas e sorriso discreto é Svafen, Gregor Von Svafen, um verdadeiro guerreiro celestial, líder da ordem do grifo – e então pausou, pensando nas próximas palavras – nunca minta, é pecado, mas nunca minta perto dele, especialmente.

O papo de fé e amor quase o fez bocejar, mas quando o assunto mudou para o Paladino, você sente algo diferente, a admiração e o respeito por Svafen brotaram do nada. Pavus te olha sorrindo esperando por gratidão, mas recebe o ronco de seu estomago em troca. Ele se abaixa para bagunçar seu cabelo e deixa inconscientemente que parte do objeto que escondia se revelasse: era uma pequena estatueta de uma serpente enrolada nas raízes de uma árvore. Rapidamente encobre o objeto e te leva para o alojamento onde você irá ficar. Há garotos de todas as idades e tamanhos, todos saudáveis e limpos, por isso logo lhe dão um banho de água fria e lhe arranjam roupas limpas. Todos parecem satisfeitos, apesar de estranharem toda a gentileza e benevolência, pois também eram garotos sem base familiar.

O costume é de orar ao acordar, ao meio dia e antes de dormir. Lhe ensinam a ler, te fazem carregar pedras, pregar tábuas e subir paredes para pequenos ajustes. É uma rotina dura.

A medida que o suor ia pingando, os anos iam passando. E após cinco anos você está completamente “catequizado” e o templo na fase final de construção. Depois de algumas batalhas, as relíquias deixadas a esmo na estrada durante a fuga para Porthi foram recuperadas e meticulosamente dispostas pelo grande templo. E nunca mais se ouviu falar dos cavaleiros negros – forma como eram chamados pelos padres e bispos – desde aquele distante dia.

Nara se tornou uma sacerdotisa e agora viaja pelo continente em busca de sabedoria e poder, gosta de comer pão com cerveja com você, quando nenhum padre está olhando, mas esse é o ápice da sua intimidade com ela.

Seus músculos eram úteis ao exército de Porthi, mas o próprio Svafen ordenou que passasse pela provação dos paladinos da ordem do grifo. Sua erudição foi satisfatória aos olhos da ordem, mesmo com a desaprovação do clericato que afirmava que só homens de sangue nobre poderiam integrar. Mas até então, Svafen tem o controle da situação.

Dois dias antes do teste, lhe chega uma carta:

“to vivo Fergus!

Temos contatos ai dizendo que você fará um teste para entrar numa ordem de cavaleiros honrados, deve ser um momento importante para você, mas antes que comece a prova, preciso conversar. Quem sabe você mude de idéia quando souber como anda minha vida. Esqueça o que aconteceu, pois eu também já esqueci. Vamos ajustar nossas diferenças.

Te espero no rochedo norte da praia de Porthi, ao meio dia de amanhã”

Ídaco Argullson

Você decide:

( ) Ir ao encontro misterioso

( ) Denunciar possibilidade de espiões à ordem do grifo e prosseguir com o teste

( ) Apenas prosseguir com o teste

( ) Pensou em algo melhor? Sugira nos comentários e espere que concordem com você!

7 Blá blá blá!:

Goldur disse...

( X ) "Apenas prosseguir com o teste"

Acho que no desenrolar da historia esta escolha pode ser mais util

Dildo disse...

tem que í la no encontro aopskaoskopaskapokka
vai rolá um rala peito aopskopaksopaksopakssk

10 o blog

Dragões do sol Negro disse...

Opa valeu! Obrigado pelo convite e seja bem vindo!

Dragões do sol Negro disse...

Opa tinha esquecido.

( X ) "Apenas prosseguir com o teste"


E já aproveito para dizer que adorei o seu site Goldur, ahuahuahua

RPG Forever disse...

Não sei o que sugerir. Mas tenho que dizer que isso é muito divertido.

Dildo disse...

quando continua a historia

Miro. disse...

( X ) "Apenas prosseguir com o teste"

Acho que a história deve continuar, e o passado continuar sendo passado. ;]

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes