quinta-feira, 8 de abril de 2010

Um lugar! Para se morar?

Olá pessoal Bultsima ganhou um up, confira aqui o material que o Eder mandou ficou muito bom.

Esse pântano esconde diversos mistérios. Muitos são os riscos que se corre ao tentar atravessá-lo. Mas nada é mais obscuro que a grande fenda que se encontra em seu coração.

A fenda obscura de Bultsima

Esse pântano esconde diversos mistérios. Muitos são os riscos que se corre ao tentar atravessá-lo. Mas nada é mais obscuro que a grande fenda que se encontra em seu coração. Vista de fora causa a impressão de ter sido causada pela queda de algo grande, talvez uma pedra lançada por um gigante ou catapulta, ou algo vindo do céu, arremessado pela fúria de algum deus.

Dentro, uma colmeia. Assim é a parede que fica ao fundo da grande fissura, abaixo da superfície que termina num tapume com mais de seis metros de altura. Nela há diversos buracos contendo artefatos para usos muito variados, uns comuns, outros cheios de mistérios e assombrosos. Existem à disposição ali folhas, raízes, partes de animais ressecados, frascos com diferentes pós coloridos, líquidos e pastas. É possível vislumbrar algumas pedras e insetos mortos por inteiro (aranhas, besouros, louva-deuses, gafanhotos e outros).

O chão é muito irregular, um pouco ondulado e declinado para o paredão colmeia. As paredes laterais se fecham em cunha para a saída, bastante estreita com não mais que dois palmos e meio de largura. Elas também se afunilam acima quase se juntando a cerca de sete ou oito metros, deixando uma fissura de alguns centímetros.

Em um canto há uma escada mediana de galhos, provavelmente usada para alcançar os alvéolos mais altos. Junto a ela um balde improvisado, feito de um pedaço de tronco oco.

Em outro canto uma mesa: dois cavaletes de galhos amarrados com cipós atravessados por tábuas com aparência de ser reaproveitadas, talvez de uma janela ou porta. Ela dá suporte a diversas engenhocas, lamparinas, suportes, frascos, algumas coisas que giram, outras que vem e vão etc.

Quem preparou este lugar não vive ali. Mas não fica um dia de sem fazer visita. A cerca de quatro passos do estreitamento da entrada é possível notar um buraco aberto na parede com uma pilha de ossos à frente. É o abrigo do guardião, um fiel canino, sempre pronto a se doar a seu patrono.

Para sair basta seguir a única abertura que existe. O caminho é livre. Algumas bifurcações estão pelo caminho, mas qualquer escolha conduz para a saída. Claro, algumas opções podem ser mais longas que outras.

A entrada, no entanto, é livre para apenas dois seres vivos: o guardião e seu patrono. Qualquer outro que se aventurar terá de lutar contra os mais diversos impropérios que poderão, na melhor das hipóteses, prendê-lo ou, na pior, matá-lo. Os restos de cada desafortunado que deixou ali seu insucesso estão dispostos do lado de fora da entrada como um aviso.

Com essa aura de obscuridade ela é, em verdade, um lugar para busca de conhecimento e meditação. Um espaço de reflexão para um Elfo que vive à espera de sua hora. Há de chegar o momento de se elevar em sua plenitude de sabedoria e poder.


Muito bom.
Manda a sua estamos esperando contato casadosdragoes@gmail.com .

6 Blá blá blá!:

Igor disse...

orra, curti pra caralho Eder! ótima escrita também.

se quiser umas strippers emprestadas pra animar esse sr. meticuloso, só da um grito lá pro Belmorn uhaeuaeheah

Ederson disse...

Oh! Vlw Igor. Quanto às beldades, elas seriam bem vindas, mas o cara que vive lá é elfo, aí não sei bem se o sujeito vai gostar desse tipo de companhia, ashuahsuhasuh

Ederson disse...

Finolas! Mais uma vez se superando. Vlw muito pelas ilustrações. Esse possível char ou NPC nem existe e já tem imagem. FÃZAÇO SEU MALUKO!

Igor disse...

o fino usou a magia do control C no cajado auhaeuhea

Dragões do sol Negro disse...

ahuahauhau Obrigado Eder, me animei com o elfo maluco ja pensei nele como seria e tal incluir ele na aventura hahuhaaau.
A primeira vista para uma pessoa descuidada ou descompromissada com a arte poderia pensar realmente que seria CRT+C - CRT+V , mas se reparar bem verá que o cajado não traz o escudo simbolo dele por isso que é repetido, tambem pode perceber que ele utiliza o simbolo semelhante ao do deus maligno do forgotten eu não lembro bem o nome mas... Sendo assim~realmente são parecidos os desenhos mesmo porque o simbolo do deus não muda hehehe mas no cajado dele o cranio central é uma projeção do seu proprio crânio. perceba as marcas heheheh. Ou não hauhauahuah Claro que é um trabalho menor na minha opinião que o feito para os jogadores reais e npcs mais reais.

Eu sou tão foda que me permito ser Humilde (irônico) ahauhauhauahauauahuahauh!

Ederson disse...

Olhaaaaaaa!!!!
"incluir na aventura!"

Uia! será que vamos conhecer Bultsima.

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes