terça-feira, 30 de março de 2010

Um lugar! Para se morar?

Tá ai pessoal, O primeiro mas não o ultimo assim eu espero que me enviou foi o Igor!
Confira como ficou achei bem legal!

Fronteiriça de Belmorn

…strong is my steel
dark is my mind
carmine the ground that I tread
faith in my god
keeps me alive
but when does my faith turn to doubt
silently watching the rain
carving the earth on my grave
lord you know that I prayed
one time for the glory
and one for the souls that I've slain…
Kamelot – glory (trecho)


Belmorn, recruta na guerra de Ortanus, é agora um veterano tomado por alucinações. Sua loucura se deve aos onze anos de guerra que passou em uma torre, junto a um grupo de arqueiros e lanceiros, defendendo a passagem do rio das tropas inimigas. A barricada foi cenário de muito horror para Belmorn, que na época tinha apenas dezessete anos. Ortanus venceu a guerra e a passagem do rio foi alterada para mais de quinhentas milhas ao norte, onde não neva. Ele e mais três homens foram ordenados a permanecer em guarda na torre por mais dois anos, visando garantir que com a mudança das rotas, a região não oferecesse mais ameaça à Ortanus.
Só Belmorn ficou.
Atualmente a natureza tomou conta das antigas estradas, agora inativas.
Em suas noites solitárias, chega a disparar contra as arvores secas, acreditando estar sendo atacado. O Sentinela é altamente hostil e dispara contra qualquer coisa que se mova. Não tem noção de sua idade (42 anos) e sobrevive por meio da caça de gamos. A torre tem quatro andares:

No térreo ficam algumas caixas velhas com armadilhas de caça, cordas, talheres e algumas armas inutilizáveis.

No primeiro nível ficam as estantes com lanças arcos, cotas de malha e é também onde ele guarda as carnes já salgadas. Era também o andar do dormitório, mas as camas foram usadas no quarto nível, para reforçar as paredes em ruína.
No segundo nível, uma mesa com todos os materiais táticos da época de guerra, os quais Belmorn checa semanalmente como se tivessem acabado de chegar do comando de Ortanus. É também para onde ele levou as mais de trezentas aljavas que conseguiu acumular na guerra, inclusive com flechas inimigas e também as usadas ainda em condições de uso.

No terceiro nível é onde Belmon passa o seu dia todo, atento ao mínimo som. Era o nível dos arqueiros em tempos de guerra, e é o andar mais danificado da torre.

No sótão é onde ele dorme. Usa peles de gamo como colchão e como cobertor.


Muito bom, gostei d+
As imagens são inteiramente de responsabilidade do autor. Caso se sinta ofendido com qualquer imagem aqui inserida por favor entre em contato com casadosdragoes@gmail.com que elas serão retiradas.

9 Blá blá blá!:

Dragões do sol Negro disse...

Gostei bastante, algumas coisas que poderiam ser implementadas para facilitar a quem for usar ela em sua aventura ou campanha em fim isso para as proximas uma ficha do NPC ia ajudar, no caso sei que é arqueiro mas.
Outra coisa se existe algum item magico ali dentro flechas magicas probabilidade de existir em fim. dados numéricos para que quem for utilizar possa estar bem fácil.
Mas eu achei muito bom isso e já sei até como usar na nossa aventura.

Igor disse...

Belmorn, guerreiro 8, iniciado na ordem do arco 4. Graduações absurdamente altas em observar e ouvir. Possui um Arco longo composto reforçado + 2 e 300 aljavas haha.

Como ele recolhia as flechas utilizaveis, é possivel que tenha recolhido um item interessante também, mesmo sem saber dos efeitos e etc.

Ele vasculha semanalmente o terreno em que se localiza.

Igor disse...

espero que curtam! =P

Diego disse...

Cara...
Sinistro, curti bastante.
Nem Freud para resolver o problema de Belmon!

Ederson disse...

XD
Maneiro rapah!
Seguinte, fiquei curioso com o terceiro lvl! Vc se enganou e nao tem quarto ou tem algo nao mencionado no teceiro? Curto a ideia do "não mencionado".

Igor disse...

Vlw! Eder, é que tem o terreo, então o segundo nível é na verdade o terceiro piso. Mas se quiser da pra fazer uma sala de zona contemporânea, com strippers, luzes e muito whisky hueaheauhae... Dae ja da pra explicar a preocupação em querer afastar qualquer um que chegue perto uhaehauehe

Igor disse...

precisa de uma manutenção do Fino ae hehe.. trocar o quarto nível pelo terceiro...

mas acho que da pra entender =P

Ederson disse...

Hummmmm!!! Stripers, hã!? Boa essa. E luzes... e stripers, e whisky, stripers... é, muito bom, ahsuhasuhaus

Igor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes