quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Blanchefort


Uma cidade grande, populosa, com aproximadamente 20 mil habitantes. Governada por um regime militar, onde o Marechal é o equivalente ao Prefeito e os outros cargos públicos são ocupados por pessoas de alta patente militar.


A cidade é bem desenvolvida, conta com diversos templos de Deuses relacionados aos domínios do Bem, da Ordem, da Cura e da Guerra. Estes templos estão todos disfarçados (por ordem do Marechal) como templos do Deus Cobra, tendo suas instalações dedicadas aos deuses originais removidas para os porões.

O nome da cidade deriva do imenso forte branco construído no alto de uma colina, que é onde os cidadãos se refugiariam em caso de guerra.

10% da população masculina adulta (entre 15 e 35 anos) pertence ao exército. Apenas 10% de todo o contingente militar é composto por mulheres.

Jovens entre 9 e 14 anos, aspirantes ao exército, se matriculam em uma escola preparatória, onde eles aprendem o básico para combater e um pouco da história de sua cidade e manutenção básica de armas e armaduras. Tendo completado a escola, os jovens geralmente estão absolutamente aptos a lutar em caso de guerra. O treinamento básico (e o avançado) não se limita a combate com armas. O combate desarmado,o combate tático (eliminação de alvos discreta) e o combate de longa distância também são ensinados, mas vai do aluno escolher suas disciplinas. Alguns alunos que apresentam aptidões mágicas para a guerra também são treinados nesta escola, porém o ensino para eles é voltado para táticas de suporte aos outros guerreiros (por ex, como explodir metade do exército inimigo antes dele poder atacar seus colegas).

Todo dia, uma hora após o sol se por, é iniciado o toque de recolher. As pessoas que estão transitando nas ruas são escoltadas até suas casas ou para o local onde elas irão passar a noite ou parte dela (por ex. tavernas e teatros) e soldados as escoltam desses lugares até suas casas, em grupos de 8 a 10 cidadãos.

Não é proibido sair à noite, desde que acompanhado por um soldado. Isto se deve aos ataques de orcs e criaturas selvagens violentas que ocorreram em um passado distante e o costume permaneceu.

O porte de armas na cidade é permitido, desde que elas permaneçam embainhadas. Magos e feiticeiros devem manter suas bolsas de componentes materiais dentro de suas mochilas, devidamente fechadas.

A população é altamente miscigenada com outras raças. Aprox. 40% de humanos, 30% de anões, 20% de elfos, 5% de halflings e gnomos e 5% de quaisquer outras raças. O motivo principal dessa quantidade imensa de pessoas de outras raças (diferentes de humanos) é o trenamento militar.

Pessoas de todo o país vêm a Blanchefort para aprender técnicas de combate.

0 Blá blá blá!:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes